Campeonato Carioca Em noite inspirada de Nenê, Vasco vence o Bangu pelo Carioca

Em noite inspirada de Nenê, Vasco vence o Bangu pelo Carioca

Camisa 10 deu passe para Raniel e depois fez de falta o segundo no jogo que marcou o reencontro de Felipe Maestro com São Januário

Nenê marcou o segundo do Vasco em cobrança de falta

Nenê marcou o segundo do Vasco em cobrança de falta

Rafael Ribeiro/Vasco

Em duelo válido pela sétima rodada do Campeonato Carioca e disputado em São Januário, o Vasco venceu o Bangu por 2 a 0 na noite desta quinta-feira (17). Depois de um primeiro tempo sem gols, Raniel e Nenê marcaram para o Cruzmaltino já na segunda etapa.

Com esse resultado, o Gigante da Colina permanece no G-4, porém, na terceira posição, com 16 pontos. Já o Bangu configura o meio da tabela, na nona colocação, com seis.

O jogo
Em casa, o time comandado por Zé Ricardo deu trabalho ao goleiro Paulo Henrique logo no começo. A primeira chance foi aos 9 minutos, quando Gabriel Pec recebeu sozinho pela esquerda e achou Nenê invadindo a área, mas o goleiro do Bangu fez uma grande defesa.

A segunda chance do Gigante da Colina saiu aos 12' em cruzamento de Riquelme que Raniel ajeitou para Bruno Nazário chutar para nova defesa do arqueiro rival.

Buscando jogo, o Bangu chegou aos 24', quando Denilson arriscou pouco depois do meio-campo e obrigou Thiago Rodrigues espalmar o perigo. Apesar de boas chances de gol, ninguém conseguiu mexer no placar no primeiro tempo.

A rede só balançou na segunda etapa. Aos 15 minutos, Nenê deu passe de calcanhar para Raniel em profundidade, que tirou do goleiro e abriu o placar.

Depois, aos 21 minutos, Nenê apareceu novamente marcando o segundo do Vasco em cobrança de falta. Com esse tento, o camisa 10 vascaíno se isola na artilharia do estadual com cinco gols. 

Felipe Maestro recebeu a camisa 6 em homenagem do Vasco

Felipe Maestro recebeu a camisa 6 em homenagem do Vasco

Rafael Ribeiro/Vasco da Gama

Reencontro
O jogo desta noite também ficou marcado pela volta de Felipe Maestro a São Januário. Hoje técnico do Bangu, o ex-lateral e meia que fez história no time cruzmaltino, foi homenageado antes da partida com a camisa número 6.

Em 375 jogos pelo Vasco, Felipe marcou 33 gols e conquistou um Campeonato Carioca em 1998, um torneio Rio-São Paulo 1999, uma Libertadores da América em 1998, dois Campeonatos Brasileiros (1997 e 2000), a Mercosul, também em 2000, e a Copa do Brasil de 2011. 

Próximos jogos
Na próxima rodada, no domingo (20), o Vasco vai até o Raulino de Oliveira enfrentar o Angra Audax, às 18h30. No mesmo dia, o Bangu mede forças com o Nova Iguaçu em jogo marcado para as 11h no Estádio Jânio Moraes.

FICHA TÉCNICA
Vasco 2 x 0 Bangu
Local: Estádio de São Januário, Rio de Janeiro
Data e horário: quinta-feira (17/02/22), às 20h30
Árbitro: Tarcizo Pinheiro Caetano
Gols: Raniel aos 15'/2°T (Vasco) e Nenê aos 21'/2°T (Vasco)

VASCO: Thiago Rodrigues; Weverton, Cangá, Conceição e Riquelme (Edimar); Matheus Barbosa (Laranjeira) e Juninho (Galarza); Bruno Nazário, Nenê (Isaque) e Gabriel Pec; Raniel (Getúlio). Técnico: Zé Ricardo

BANGU: Paulo Henrique; Carlos Eduardo (Wisney), Israel, Baggio e Renatinho (Adsson); Denilson e Lucas Oliveira, Luís Araújo (Santarém); Daniel Dias (Alisson), Raí e Nascimento (Felipinho). Técnico: Felipe Loureiro

Últimas