Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esportes NO REFRESH
Publicidade

Campeonato Carioca de 2022 começa sem o Maracanã

Com expectativa de voltar nas semifinais do estadual, templo terá grama híbrida – combinação de grama natural com sintética

Campeonato Carioca|Do Live Futebol BR


Vista do Estádio Jornalista Mário Filho, conhecido mundialmente como Maracanã
Vista do Estádio Jornalista Mário Filho, conhecido mundialmente como Maracanã

O Campeonato Carioca começou sem um grande personagem. Maior templo do futebol, o Estádio Jornalista Mário Filho, conhecido mundialmente como Maracanã, está "de molho" e só deve reabrir nas semifinais do estadual.

Desde dezembro de 2021 o gramado do estádio está passando por uma reforma para a implantação da chamada grama híbrida, uma combinação de grama natural com sintética. A Greenleaf, responsável pela manutenção e reforma do campo, escolheu a empresa Grassmax para trabalhar no processo.

O novo "tapete" do Maraca será o mesmo do estádio de Lusail, no Catar, palco da final da Copa do Mundo de 2022 e usado como símbolo pelo governo local em sua campanha para receber o Mundial. O mesmo gramado também pode ser visto nos estádios da Copa de 2018, na Rússia, e nos templos de gigantes europeus, como o francês PSG e o espanhol Real Madrid.

Tudo no solo do Maracanã foi retirado até 15 cm de profundidade. A base foi trocada, uma nova camada de areia foi colocada e o nivelamento foi feito com laser. Na sequência, será plantada a grama em sprigs, que são mudas específicas para que o gramado se desenvolva ali mesmo. Ou seja, em vez de estar em "placas" de grama já plantada em outros locais, o gramado do estádio vai nascer ali, no solo sagrado.

Publicidade

Só depois de 60 dias do plantio o corte será reduzido e entrarão as fibras híbridas, sintéticas, artificiais, para, então, ter início o trabalho da costura dos fios no solo.

O investimento nessa obra, financiada pelo Maracanã, é de R$ 4 milhões. Até o momento, a reforma tem sido vista com bons olhos. "O melhor gramado do país", prometeu o CEO do Maracanã, Severiano Braga, em entrevista à revista Veja.

Publicidade

A expectativa é que o novo gramado seja capaz de suportar uma grande quantidade de partidas e esteja liberado nas semifinais do Campeonato Carioca. Enquanto isso não acontece, Flamengo e Fluminense mandam seus jogos no Estádio Luso-Brasileiro, casa da Portuguesa-RJ.

A primeira partida do Mengão no estadual é justamente contra a Lusa. Nesta quarta-feira (26), o Rubro-Negro "recebe" a equipe às 21h35. Já o Fluminense estreia no mesmo local um dia depois, nesta quinta-feira (27), contra o Bangu, às 20h30.

Publicidade

O primeiro Fla-Flu deste Cariocão está confirmado no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. A partida, válida pela quarta rodada, será no dia 6 de fevereiro, às 16h.

Praia de paulista: Pacaembu se mantém vivo apesar das obras

" gallery_id="61e6f4d0ca90840c9d0001b1" url_iframe_gallery="esportes.r7.com/futebol/campeonato-carioca/campeonato-carioca-de-2022-comeca-sem-o-maracana-26012022"]

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.