Futebol Cahill anuncia aposentadoria da seleção australiana após 4ª Copa

Cahill anuncia aposentadoria da seleção australiana após 4ª Copa

Meia de 38 anos disputou 107 jogos com a Ausrália e anotou 50 gols, além de distribuir 14 assistências; na Rússia, participou de apenas uma partida

  • Futebol

Tim Cahill, de 38 anos, anunciou sua aposentadoria da seleção australiana

Tim Cahill, de 38 anos, anunciou sua aposentadoria da seleção australiana

Maddie Meyer/Getty Images - 26.06.2018

O atacante Tim Cahill anunciou nesta terça-feira a sua aposentadoria da seleção australiana aos 38 anos, após participar da quarta Copa do Mundo da sua carreira. "Hoje é o dia que estou oficialmente pendurando minhas chuteiras da minha carreira internacional com a seleção australiana. Nenhuma palavra pode descrever o que significou representar meu país", escreveu o veterano em seu perfil no Twitter.

Veja tudo sobre Esportes na página do R7

Na Rússia, Cahill se tornou o primeiro jogador australiano a atuar em quatro edições consecutivas da Copa do Mundo ao deixar o banco de reservas durante a derrota por 2 a 0 para o Peru, pela rodada final da fase de grupos. Esta foi a 107ª partida dele pela seleção, com 50 gols marcados, desempenho que o torna o maior artilheiro da história da equipe.

"Um enorme obrigado a todos pelo apoio em todo os meu anos vestindo o distintivo australiano. Estou incrivelmente orgulhoso por ter tido a oportunidade de representar o meu país mais de cem vezes. Cada jogo foi uma honra", disse.

Cahill fez sua estreia internacional contra a África do Sul em 2004 e foi um destaque da Austrália nos últimos 14 anos, o que incluiu gols marcados em três Copas do Mundo - 2006, 2010 e 2014. Além disso, em 2015, fez parte do grupo que conquistou o título da Copa da Ásia.

Curta a página R7 Esportes no Facebook

"Meus companheiros de equipe de 2004 e en todo a caminhada até agora me incentivaram a continuar melhorando e todos nós compartilhamos os altos e baixos juntos. Eu tive um ótimo relacionamento com toda a equipe da seleção australiana, incluindo muitos técnicos, auxiliares e funcionários dos bastidores. O departamento médico fez um trabalho incrível em permitir que eu continuasse jogando nesses 15 anos", agradeceu Cahill.

O saldo pós-Copa: quem saiu, quem chegou e quem se aposentou

Últimas