Bragantino surpreende Palmeiras e vence pela primeira vez no Paulistão

Em Bragança Paulista, neste domingo (2), time da casa abre dois gols de vantagem, segura pressão no 2º tempo e bate adversário por 2 a 1

Bragantino se recupera no Paulistão com grande vitória sobre o Palmeiras

Bragantino se recupera no Paulistão com grande vitória sobre o Palmeiras

VAN CAMPOS/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO FTA20200202213 - 2.2.2020

Bragantino surpreendeu o Palmeiras e venceu por 2 a 1, neste domingo (2), pela quarta rodada do Campeonato Paulista. Uillian Correia e Ytalo (em cobrança de pênalti) marcaram os gols da equipe interiorana. Dudu (também de pênalti) descontou para o clube alviverde.

Leia também: Neymar surge de visual novo e faz homenagem a Kobe Bryant no PSG

O time de Bragança Paulista obteve a primeira vitória no torneio estadual e subiu para a segunda colocação do Grupo C, com cinco pontos. Já o Palmeiras, que não havia sofrido gols na competição, se manteve na segunda posição do Grupo B, com sete pontos (duas vitórias, um empate e uma derrota). 

Homenagem a Luxa

Antes do início da partida, dirigentes do Bragantino entregaram ao técnico palmeirense Vanderlei Luxemburgo uma camisa com o número 90 às costas em alusão ao título estadual conquistado pelo clube, há 30 anos, com o treinador no comando.

O jogo

O time da casa começou melhor na partida. O Bragantino procurava pressionar o Palmeiras, uma equipe sonolenta e dispersa nos primeiros minutos do jogo, na tentativa de abrir o placar. 

Aos 14 minutos, surgiu o primeiro grande lance do jogo nos pés do meia Uillian Correia, que dominou na entrada da área, limpou dois zagueiros palmeirenses de uma só vez e chutou com perigo para uma boa defesa de Weverton.

Cinco minutos mais tarde, o meia Claudinho disparou uma bomba de fora da área, Weverton fez uma grande intervenção e Vitor Luís salvou o time de sofrer o gol ao bloquear o rebote de Bruno Tubarão.

Tamanha pressão da equipe bragantina seria premiada ainda na primeira etapa. Após cobrança de lateral pelo lado direito, aos 32, Ytalo deu um passe de calcanhar para Uillian Correia que, na área, ficou cara a cara com Weverton e fuzilou: 1 a 0.

O Palmeiras tentou reagir. Aos 8, o meia Lucas Lima cobrou falta com grande perigo. A bola caiu no canto direito de Júlio César, mas o goleiro conseguiu espalmar para a linha de fundo. 

Luxemburgo é homenageado pelos 30 anos da conquista do Paulistão

Luxemburgo é homenageado pelos 30 anos da conquista do Paulistão

REBECA REIS/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO - 2.2.2020

Foi o primeiro gol marcado pelo Bragantino no Paulistão e também o primeiro sofrido pelo time palmeirense na competição. E o domínio da equipe local foi mantido até o apito do árbitro Thiago Duarte Peixoto para o intervalo.

Segundo tempo

Na volta para a segunda etapa, o técnico Vanderlei Luxemburgo optou por colocar em campo o atacante Willian Bigode na vaga de Weslei. O time voltou diferente e, aos 2 minutos, Luiz Adriano finalizou quase empatou a partida. O goleiro Júlio César fez uma ótima defesa.

Porém, no lance seguinte, o Bragantino desceu em contra-ataque e o meia Zé Rafael, que havia entrado no lugar de Gabriel Menino, fez pênalti no lateral Edimar. Ytalo foi para a cobrança e, aos 4 minutos, ampliou a vantagem para 2 a 0.

O time alviverde continuou pressionando na tentativa de diminuir a desvantagem no placar. Aos 21, Zé Rafael ganhou uma disputa no meio de campo e arriscou de fora da área. A bola passou bastante perto da trave direita de Júlio César.

Aos 24 minutos, Lucas Lima cruzou rasteiro dentro da área, Luiz Adriano tocou de calcanhar e Dudu, sozinho, sem goleiro e a um metro do gol, escorou com o joelho esquerdo, mas errou o alvo. A bola saiu pela linha de fundo.

O Palmeiras teve a oportunidade de diminuir o marcador, aos 31, em um pênalti cometido pelo lateral Edimar — o mesmo que sofreu o pênalti que originou o segundo gol do Bragantino — sobre Willian Bigode.

Os jogadores da equipe da capital cercaram o árbitro para pedir a expulsão do defensor, mas a punição dada foi o cartão amarelo. Dudu cobrou com categoria e fez o gol palmeirense.

Pouco depois, aos 36, Zé Rafael recebeu de Willian na entrada da área e chutou forte, mas a bola subiu demais e saiu pela linha de fundo. No entanto, o Bragantino suportou bem o sufoco e garantiu uma grande vitória.

Próximos jogos

O Bragantino visitará o Mirassol na próxima sexta-feira, às 21h30, pela quinta-rodada do Paulistão. Um dia depois, no sábado, às 19h30, o Palmeiras voltará a campo para enfrentar a Ponte Preta, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.