Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Bolívia vence na estreia de treinador brasileiro, e ‘adeus’ de Marcelo Moreno

Antonio Carlos Zago fez seu primeiro jogo no comando, e artilheiro, a última partida em La Paz com a camisa boliviana, que fez 2 a 0 em cima do Peru

Futebol|Do R7

Marcelo Moreno se despediu em grande estilo
Marcelo Moreno se despediu em grande estilo Marcelo Moreno se despediu em grande estilo

A Bolívia teve uma tarde especial nesta quinta-feira (16), pela quinta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. Enfrentou o Peru, no Hernando Siles, em La Paz. Primeiramente, estreava um novo treinador, o brasileiro Antonio Carlos Zago. E mais do que isso: o jogo marcava a despedida de Marcelo Moreno, maior artilheiro da história da sua seleção, em jogos em casa.

E, para completar a alegria, os bolivianos venceram por 2 a 0, com gols de Henry Vaca e Ramiro Vaca. Assim, após quatro derrotas, a Bolívia somou seus primeiros pontos no torneio e largou a lanterna. O Peru caiu para último lugar, com um ponto. Ambos fora da zona de classificação para o Mundial.

Veja aqui a tabela de classificação das Eliminatórias da Copa

Como foi o jogo

Marcelo Moreno, de 36 anos, foi o personagem. Antes do jogo, viu a sua camisa ser autografada por todos os companheiros. Entrou ovacionado e chorou durante o hino. Em campo, fez jogo discreto, mas deu assistência ao gol de Henry Vaca.

Publicidade

Ao sair para a entrada de Reynoso, aos 31 minutos da etapa final, mais ovação ao maior artilheiro da história da seleção (36 gols, em 126 jogos). Marcelo Moreno (que no Brasil defendeu Vitória, Grêmio, Cruzeiro, Flamengo e Palmeiras) agora fará a sua última partida pela Bolívia nesta terça-feira (21), contra o Uruguai. Porém, longe da torcida, em Montevidéu.

Peru surpreende na escalação

O treinador peruano José Reynoso surpreendeu ao deixar os figurões no banco: Advíncula, Polo, Carrilo e Guerrero começaram entre os reservas. Seria algum pulo do gato para deixar os peruanos com mais força ofensiva? Nada disso. No primeiro tempo, o Peru foi um bando desordenado que só foi fazer um ataque de perigo aos 42 minutos, numa cabeçada de Lapadula.

Publicidade

Bolívia sai na frente

Naquela altura, a Bolívia mandava no jogo e criava ótimas chances. Já tinha finalizado sete vezes e vencia por 1 a 0, com gol de Henry Vaca, um lateral que, pelo estilo de jogo implantado por Zago, era quase um ponta que municiava os atacantes Marcelo Moreno e o santista Miguelito. O seu gol foi aos 19 minutos. Após lançamento de Ramiro Vaca (o melhor em campo), Marcelo Moreno dominou mal a bola, mas acabou, sem querer, matando a zaga e dando a chance a Henry Vaca para dominar, entrar na área e mandar a bomba sem chance para Gallese.

No segundo tempo

Os peruanos continuaram mal, e a Bolívia piorou. Após 20 minutos de quase nada interessante, as seleções fizeram substituições, e o Peru, enfim, colocou a cavalaria. Advíncula, Guerrero e Reyna deram, finalmente, algum volume ofensivo aos visitantes. Contudo, as finalizações foram poucas e apenas uma perigosa. Assim, a Bolívia sustentou a vitória e ainda ampliou aos 39 minutos num chute da entrada da área de Ramiro Vaca (anulado pelo auxiliar por impedimento no início da jogada, mas o VAR confirmou a posição legal). No fim, Reyna cavou um pênalti, marcado em campo, mas desmarcado quando o juiz foi ao VAR.

Publicidade

A torcida boliviana, então, conseguiu festejar uma vitória nessas Eliminatórias. E segue com a freguesia. Nos últimos dez jogos em casa com o Peru, foram oito vitórias e dois empates.

BOLÍVIA 2 X 0 PERU

5ª Rodada das Eliminatórias da América do Sul para a Copa 2026

Data: 16/11/2023

Local: Hernando Siles, La Paz (BOL)

BOLÍVIA: Vizcarra; Fernández, Quinteros, Haquín, José Sagredo e Henry Vaca (Arrascaita, 11’/2ºT); Justiniano, Ramiro Vaca (Bejarano, 46’/2ºT) e Alganaraz (Villarroel, 11/2ºT); Marcelo Moreno (Reynoso, 31’/2ºT) e Miguelito (Ramallo, Intervalo). Técnico: Antonio Carlos Zago

PERU: Pedro Gallese; Corzo (Flores, 35’/2ºT), Zambrano, Callens e López (Advíncula, 23’/2ºT); Tapia, Yotún, Quispe e Grimaldo (Peña, 23’/2ºT); Lapadula (Guerrero, 11’/2ºT) e Zanellato (Reyna, 11’/2ºT). Técnico: Juan Reynoso

Gols: Henry Vaca, 19’/1ºT (1-0); Ramiro Vaca, 42’/2ºT (2-0)

Árbitro: Guillermo Alcivar (EQU)

Auxiliares: Byron Barra e Christian Guerrero (EQU)

VAR: Carlos Orbe (EQU)

Cartões amarelos: Justiniano, Henry Vaca (BOL); Callens, Reyna (PER)

Look de milhões! Endrick usa conjunto de R$ 45 mil para se apresentar à seleção brasileira

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.