Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Benzema pode perder Bola de Ouro e cidadania francesa por suposta ligação com terrorismo

Pedido, feito por Valérie Boyer, aconteceu depois de o ministro do Interior expor relação do jogador com grupo que originou Hamas

Futebol|Do R7


Benzema venceu a Bola de Ouro em 2022
Benzema venceu a Bola de Ouro em 2022

Karim Benzema pode perder a cidadania francesa e a única Bola de Ouro conquistada na carreira depois de um pedido público feito pela senadora Valérie Boyer, nesta quarta-feira (18).

A francesa afirma que, caso a ligação do jogador com o grupo Irmandade Muçulmana seja comprovada, a decisão precisa acontecer. O pronunciamento da parlamentar acontece dois dias depois que o ministro do Interior, Gérald Darmanin, fez a acusação.

A organização Irmandade Muçulmana, com a qual o ex-Real Madrid teria um elo, é uma das mais antigas do mundo árabe e deu origem ao Hamas. O grupo é considerado terrorista por diversos países e está em guerra com Israel desde o dia 7 deste mês.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

Com a suposta ligação, Boyer disparou contra o jogador francês e disse que o craque do Al-Ittihad, da Arábia Saudita, estaria traindo a França.

"Se as declarações do ministro do Interior forem verdadeiras, devemos considerar sanções contra Karim Benzema. Uma sanção inicialmente simbólica seria retirar-lhe a Bola de Ouro. Por último, teremos de pedir a perda da nacionalidade. Não podemos aceitar que um francês com dupla nacionalidade, conhecido internacionalmente, possa desonrar e até trair o seu país dessa forma", escreveu a senadora nas redes sociais.

Publicidade

Assim que os conflitos entre o Hamas e Israel se intensificaram e aconteceu um bombardeiro na Faixa de Gaza, o jogador se posicionou a favor dos palestinos.

"Todas as nossas orações aos habitantes de Gaza, vítimas, mais uma vez, de bombardeios injustos que não poupam nem mulheres nem crianças."

Karim Benzema é filho de imigrantes da Argélia, mas nasceu em Lyon, na França. O atacante defendeu a seleção francesa e se recusou a defender a camisa argelina.

Depois de 14 anos, em 2023, ele deixou o Real Madrid e foi para a Arábia Saudita para defender o Al-Ittihad. Na apresentação, Benzema disse que uma das motivações para a mudança seria estar perto de Meca, a principal cidade do islamismo.

Com R$ 1,3 bilhão, CR7 é o jogador mais bem pago do mundo; veja o top 10

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.