Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Autor de insultos contra Vini Jr. recebe multa e é banido dos estádios por um ano

Torcedor do Mallorca chamou o brasileiro de 'macaco' e vai pagar mais de R$ 20 mil como punição

Futebol|Do R7


Torcedor do Mallorca tem 20 anos e deve ficar um ano longe dos estádios após ataques a Vini Jr.
Torcedor do Mallorca tem 20 anos e deve ficar um ano longe dos estádios após ataques a Vini Jr.

A Comissão Estatal contra Violência, Racismo, Xenofobia e Intolerância no Esporte da Espanha pediu que um dos autores de insultos racistas contra Vinícius Júnior seja banido por um ano dos estádios e pague multa de 4.000 euros (R$ 22,1 mil). A expectativa, de acordo com a imprensa espanhola, é que a punição seja executada pelas autoridades do país.

"Multa de 4.000 euros e proibição de acesso aos estádios esportivos por um período de 12 meses ao indivíduo que foi identificado como autor dos insultos racistas proferidos ao jogador do Real Madrid Vinícius Júnior na partida Mallorca X Real Madrid no dia 5 de fevereiro", diz a nota da comissão espanhola, publicada nesta terça-feira (28).

O indivíduo em questão é torcedor do Mallorca e tem 20 anos, mas não teve a identidade revelada pela comissão. Além das ofensas direcionadas a Vini Jr, o jovem é responsável pelo ataque racista a Samuel Chukwueze, meio-campista nigeriano que atua no Villarreal. Ele foi identificado após uma operação comandada pelo diretor de segurança do próprio Mallorca e prestou depoimento à polícia.

Os dois casos ocorreram no Estádio Iberostar, onde o Mallorca manda suas partidas. Vinícius foi atacado no dia 5 de fevereiro, quando o Real Madrid perdeu por 1 a 0 para o Mallorca. Na ocasião, a transmissão da partida captou gritos de um torcedor na arquibancada que dizia "Vinícius macaco! Vinícius é um macaco!". Cerca de duas semanas depois, no dia 18, insultos racistas partiram do mesmo setor do estádio, dessa vez contra Chukwueze, em partida vencida por 4 a 2 pelo time da casa.

Publicidade

Insultos racistas têm sido ouvidos com frequência durante jogos em território espanhol, e Vini Jr. foi vítima mais de uma vez. A LaLiga, associação responsável pela organização do Campeonato Espanhol, já encaminhou às autoridades oito denúncias de racismo sofrido pelo brasileiro.

O Real Valladolid, time que também teve torcedores racistas que atacaram Vinícius, comunicou nesta terça-feira que definirá, até a semana que vem, a punição para um grupo de cerca de dez pessoas identificadas como autoras de insultos ao atacante.

Isolada e milionária: conheça a mansão onde Neymar foi multado por excesso de barulho

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.