Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Atlético vence o América com dois gols de Hulk e é campeão Mineiro de 2023

Atacante também é o artilheiro do estadual com 11 gols e Galo levanta pela 48ª vez

Futebol|Do R7

Hulk faz dois gols e é artilheiro do Campeonato Mineiro
Hulk faz dois gols e é artilheiro do Campeonato Mineiro Hulk faz dois gols e é artilheiro do Campeonato Mineiro

O Atlético-MG é tetracampeão mineiro. O Galo chegou ao quarto título seguido, venceu também em 2020, 2021 e 2022, ao bater o América-MG mais uma vez. Hulk fez os gols do jogo, com o placar terminando 2 a 0 para o Alvinegro.

No duelo de ida, o Galo já havia vencido do Coelho por 3 a 2, ampliando a vantagem sobre o time americano, que precisava vencer por dois gols de vantagem para ficar com a taça.

Foi o 48º titulo Estadual do Atlético, aumentando sua diferença pa’ra os rivais. O Cruzeiro tem 38 conquistas, enquanto o América, 16 troféus.

Hulk decisivo

O camisa 7 do Atlético já havia marcado o gol que “salvou” o time no duelo de ida, mantendo a vantagem alvinegra. Na volta, se “vingou” de Matheus Cavichioli, que defendeu um pênalti no primeiro jogo. O atacante teve outra cobrança de penalidade e desta vez não perdoou e colocou a bola nas redes.

Publicidade

Hulk marcou o segundo e sacramentou a conquista do Atlético e se tornou o artilheiro do Mineiro, com 11 gols, passando Daniel Amorim, do Tombense, que tinha 10.

América valente, mas ainda falta subir um degrau

O Coelho teve consistência durante todo o campeonato, fez um duelo duro no jogo de ida, mas ainda não tem a extensão do elenco atleticano para momentos decisivos. O time comandado por Vagner Mancini foi um rival digno, mas ainda precisa subir um degrau para sair campeão.

Publicidade

O que não pode acontecer é ter displicências em uma final, como a cobrança irresponsável de Wellington Paulista, que tentou dar uma "paradinha", batendo fraco a penalidade.

Coelho forte

Apesar da perda do título, o América segue forte na temporada e pode almejar coisas grandes para o clube, no Brasileiro, Copa do Brasil e Sul-Americana.

Publicidade

Título “amansou” o ambiente

A conquista do Atlético, que está soberano estado de Minas Gerais, chegou ao 48º caneco, o quarto seguido, algo que não acontecia desde os anos 1980 para o Galo. A taça amansou uma semana tensa, em que o técnico Eduardo Coudet se desentendeu com a diretoria do Galo, quase saiu, e por fim, conquistou seu primeiro título no Brasil.

Próximos jogos

O Galo volta a campo na quarta-feira, 12 de abril, às 21h30, contra o Brasil de Pelotas, na estreia da Copa do Brasil. O Coelho também começará sua caminhada no torneio mata-mata. A equipe americana encara o Nova Iguaçu também na quarta, 12, às 16h30, fora de casa.

FICHA TÉCNICA DA PARTIDA:

ATLÉTICO-MG 2 X 0 AMÉRICA-MG

Data: 9 de abril de 2023 (quinta-feira)

Horário: 16h30 (de Brasília)

Local: Estádio Mineirão, Belo Horizonte (MG)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (FIFA-SP)

Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse e Alex Ang Ribeiro (ambos de SP)

Árbitro de vídeo - VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral-SP

Gols: Hulk- pênalti, aos 26’-1ºT(1-0),Hulk, aos 25’-2ºT(2-0)

Cartões amarelos: Otávio(ATL), Everson(ATL), Hulk (ATL), Arthur(AME), Everaldo(AME), Mariano(ATL), Juninho(AME)

Cartões vermelhos:Otávio(ATL), Vagner Mancini (AME)

Público: 55.989

Renda: R$ 3.712.855,65

ATLÉTICO-MG (Técnico: Eduardo Coudet)

Everson; Mariano, Lemos, Jemerson e Rubens; Otávio, Igor Gomes (Battaglia, aos 5’-2ºT) e Zaracho; Pavón (Patrick, aos 17’-2ºT), Hulk e Paulinho (Edenílson, aos 21’-2ºT)

AMÉRICA-MG (Técnico:Vagner Mancini)

Matheus Cavichioli; Ricardo Silva, Maidana, Eder (Matheusinho-intervalo), Arthur (Nino Paraíba-intervalo) e Nicolas (Wellington Paulista, aos 10’-2ºT); Alê, Juninho, Emmanuel Martinez, Felipe Azevedo (Everaldo-intervalo) e Mastriani (Henrique Almeida, aos 25’-2ºT)

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.