Atlético-MG entra na concorrência com o Palmeiras e vai se reunir com Sampaoli

O Palmeiras não é o único clube disposto a negociar com o técnico argentino Jorge Sampaoli. O Atlético-MG também está disposto a fazer uma proposta pelo argentino. O clube alvinegro decidiu enviar representantes ao Rio de Janeiro para uma reunião com ex-comandante do Santos e apresentar um plano ambicioso para atender as exigências dele.

O Atlético-MG conta com o apoio de investidores para conseguir bancar o salário do argentino. Nesta quinta-feira, em entrevista à Rádio Itatiaia, o presidente do clube, Sérgio Sette Câmara, despistou sobre o interesse no treinador. "Vou simplesmente dizer que o Atlético está procurando um profissional que possa chegar aqui e não só treinar um time, mas também utilizar a base, revelar jogadores, e que tenha uma visão moderna de futebol", afirmou.

Sampaoli está de férias no Rio de Janeiro e receberá também na cidade representantes do Palmeiras. O presidente do clube, Maurício Galiotte, e o novo diretor de futebol, Anderson Barros, têm encontro marcado com o argentino. O Atlético-MG também está na agenda de reuniões do treinador e promete se colocar como opção viável caso as conversas com o time alviverde não evoluam.

O argentino deixou o Santos ao fim do Campeonato Brasileiro. Nas primeiras conversas com o Palmeiras, Sampaoli pediu o salário de R$ 2 milhões, valor usado para bancar tanto os vencimentos dele, como os de cinco outros auxiliares. A equipe alviverde quer reduzir a pedida e compensar a diferença com bônus por metas alcançadas na temporada.