Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Athletico-PR vence o Flamengo com Gabigol expulso e protestos da torcida

Time de Jorge Sampaoli chega pressionado para o jogo de ida da final da Copa do Brasil

Futebol|Do Live Futebol BR

Flamengo, de Gabigol, foi irreconhecível diante do Athletico-PR
Flamengo, de Gabigol, foi irreconhecível diante do Athletico-PR Flamengo, de Gabigol, foi irreconhecível diante do Athletico-PR

O Flamengo vai chegar bastante pressionado para o jogo de ida da final da Copa do Brasil depois da derrota para o Athletico-PR, por 3 a 0, na noite desta quarta-feira (13), no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES), pela 23ª rodada do Brasileirão.

· Compartilhe esta notícia no Whatsapp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

A derrota faz o Flamengo estacionar nos 39 pontos, na quarta colocação, correndo o risco de perder uma posição até o encerramento da rodada. Além disso, o tropeço deixa o sonho do título ainda mais distante.

Publicidade

Leia também

Já o Athletico-PR encerrou uma sequência de três empates seguidos e entrou na zona de classificação da Copa Libertadores de 2024, subindo para o sexto lugar, com 37 pontos. Na quinta-feira (14), o Furacão vai torcer por um tropeço do RB Bragantino diante do Grêmio.

Que situação

Publicidade

O Flamengo começou a partida com mais posse de bola, mas era o Athletico-PR quem criava as melhores oportunidades. Depois de Cuello parar em Matheus Cunha após falha de David Luiz e Thiago Maia, o Furacão abriu o placar aos 26 minutos com Cacá aproveitando rebote do goleiro.

A pressão vinda das arquibancadas, que já era grande, aumentou. O zagueiro David Luiz era o principal alvo dos torcedores, sendo vaiado toda vez que tocava na bola. O empate do Flamengo só não veio antes do intervalo porque Madson tirou o gol de Léo Pereira em cima da linha.

Publicidade

Furacão amplia

Assim como no primeiro tempo, o Flamengo voltou do intervalo errando muitos passes no setor ofensivo, irritando ainda mais os torcedores presentes no Kleber Andrade. O time rubro-negro perdeu a cabeça com a má atuação e Gabigol foi expulso após acertar o braço no rosto de Cuello em dividida.

Essa foi a gota d'água para a torcida, que passou a gritar "vergonha, vergonha, time sem vergonha" e xingar diretamente Jorge Sampaoli. A situação só não ficou pior aos 29 minutos porque Matheus Cunha fez grande defesa em cabeçada de Pablo. A resposta do Flamengo veio no lance seguinte, com Leo Linck espalmando chute de Pedro.

A chance de qualquer reação do Flamengo acabou aos 39 minutos, quando Leo Pereira dominou errado e deixou a bola limpa para Alex Santana bater no cantinho de Matheus Cunha. Já nos acréscimos, Romulo foi derrubado por Everton Ribeiro dentro da área e o árbitro assinalou pênalti. Vitor Bueno bateu bem e fechou o placar para o Athletico-PR.

Próximos jogos

Pela 24ª rodada do Brasileirão, os times entram em campo na próxima semana. O Flamengo visita o Goiás na quarta-feira (20), às 19h (de Brasília), no Hailé Pinheiro, em Goiânia (GO), e o Athletico-PR recebe o Internacional, na quinta (21), às 19h30 (de Brasília), na Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Antes, no domingo (17), o Flamengo faz o primeiro jogo da final da Copa do Brasil contra o São Paulo, às 16h (de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

FICHA TÉCNICA

Flamengo 0 x 3 Athletico-PR

Local - Estádio Kleber Andrade, em Cariacica (ES)

Data e horário - quarta-feira (13), às 21h30 (de Brasília)

Árbitro - Rafael Rodrigo Klein (RS)

Auxiliares - Maurício Coelho Silva Penna (RS) e Maira Mastella Moreira (RS)

Árbitro de vídeo - Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (VAR-FIFA - SP)

Gols - Cacá, aos 26'/1T, Alex Santana, aos 39'/2T, e Vitor Bueno, aos 51'/2T (Athletico-PR)

FLAMENGO - Matheus Cunha; Fabrício Bruno, David Luiz (Allan depois Igor Jesus) e Léo Pereira; Wesley, Thiago Maia, Gerson, Victor Hugo (Everton Ribeiro) e Everton Cebolinha; Gabigol e Pedro. Técnico: Jorge Sampaoli.

ATHLETICO-PR - Léo Linck; Madson, Cacá, Thiago Heleno e Esquivel; Hugo Moura (Alex Santana), Erick, Vitor Bueno e Zapelli (Willian Bigode); Cuello (Romulo) e Pablo. Técnico: Wesley Carvalho.

De casa nova! Messi compra mansão de R$ 53 milhões em Miami; veja fotos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.