Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Argentina vence Venezuela e pega o Brasil na semi da Copa América 2019

Triunfo por 2 a 0, nesta sexta-feira (28), no Maracanã, definiu os rivais como adversários dos brasileiros no duelo por uma vaga na final do torneio

Futebol|Cesar Sacheto, do R7

Lautaro Martínez marca belo gol com toque de letra no início do jogo
Lautaro Martínez marca belo gol com toque de letra no início do jogo Lautaro Martínez marca belo gol com toque de letra no início do jogo

A Argentina será a adversária do Brasil em uma das semifinais da Copa América 2019. Comandados por Lionel Messi, os argentinos venceram a Venezuela por 2 a 0, nesta sexta-feira (28), no Maracanã, pelas quartas de final da competição. Os gols foram de Lataro Martínez e Lo Celso.

Agora, os argentinos enfrentarão o Brasil — que eliminou o Paraguai nos pênaltis, em Porto Alegre — em uma das semifinais do torneio, marcada para a próxima tercça-feira, às 21h30, no Mineirão, em Belo Horizonte.

Leia também: PSG está disposto a reduzir em R$ 342 milhões o preço de Neymar

A Argentina chegou com perigo aos 2 minutos, quando o meia-atacante Agüero recebeu pela direita e, dentro da área, chutou rasteiro, forçando o goleiro Fariñez a defender com os pés e ceder o primeiro escanteio do jogo.

Publicidade

Comandados por Messi, os argentinos seguiram sufocando o adversário nos primeiros minutos e rapidamente chegaram ao primeiro gol.

Aos 9 minutos, o camisa 10 cobrou escanteio pela esquerda, a bola passou pela zaga e o rebote sobrou para Agüero, que emendou para o gol.

Publicidade

Rasteira, a bola desviou em um venezuelano e chegou no atacante Lautaro Martínez, que desviou de letra, sutilmente. para enganar o goleiro: 1 a 0.

Leia também

Os venezuelanos levaram 16 minutos para passar do meio de campo, mas pouco fizeram para incomodar o goleiro Armani.

Publicidade

Já a Argentina seguiu com a pressão até o fim do primeiro tempo e teve boas oportunidades para ampliar o marcador. Mas, a zaga venezuelana conseguiu rebater os ataques adversários.

No segundo tempo, o panorama do jogo não mudou. Os argentinos buscaram o ataque desde o apito inicial do árbitro colombiano Wilmar Roldán.

Aos 2 minutos, Martínez disparou do meio de campo em direção ao gol e desferiu uma bomba que carimbou a trave esquerda de Fariñez e saiu pela linha de fundo.

O técnico da Venezuela, Rafael Dudamel, tentou tornar o time mais ofensivo para buscar a igualdade. Uma das alternativas foi colocar em campo o meia Soteldo, que atua pelo Santos.

Aos 18 minutos, o atacante Machís invadiu a área pelo lado esquerdo do ataque e caiu após uma dividida com Foyth, mas o lance foi considerado normal.

Os venezuelanos pediram a marcação de um pênalti mas, após consultar o VAR, o árbitro confirmou a decisão que havia tomado.

Lo Celso aproveita falha do goleiro venezuelano
Lo Celso aproveita falha do goleiro venezuelano Lo Celso aproveita falha do goleiro venezuelano

Aos 25 minutos, o goleiro Armani trabalhou pela primeira vez na partida e fez uma defesa difícil para evitar o gol de Hernández, que bateu forte e cruzado, à meia altura.

Foi a melhor chance da Venezuela na partida até aquele momento. A torcida argentina já começava a se preocupar com a classificação. 

Curta a página do R7 Esportes no Facebook

Porém, quando os venezuelanos esboçavam uma reação, a Argentina se aproveitou de uma falha do goleiro Fariñez e praticamente definiu a partida.

Aos 28 minutos, Agüero chutou, o goleiro venezuelano soltou a bola nos pés de Lo Celso, que apenas teve o trabalho de empurrar para as redes: 2 a 0.

A Venezuela ainda tentou diminuir a desvantagem, levou perigo e reclamou de outro pênalti — em suposto toque de mão do zagueiro De Paul, após cruzamento de Soteldo —, mas a arbitragem considerou a jogada normal.

Os argentinos controlaram a partida até o apito final e comemoraram a classificação às semifinais da Copa América e a possibilidade de chegar ao 15º título do torneio — número que igualaria a Argentina ao Uruguai na condição de maior vencedores da competiçâo.

Tempo de férias! Veja o destino de boleiros na parada da Copa América:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.