Futebol Após vitória do Santos, Bustos exalta o time e reclama de pênalti

Após vitória do Santos, Bustos exalta o time e reclama de pênalti

Em entrevista pós-jogo, o técnico argentino elogiou a atuação da equipe e o resultado, mas reclamou da penalidade para o Coritiba

  • Futebol | Do Live Futebol Br

Fabián Bustos durante a partida entre Santos e Coritiba, pelo Brasileirão

Fabián Bustos durante a partida entre Santos e Coritiba, pelo Brasileirão

Santos Futebol Clube

Após a vitória do Santos por 2 a 1 em cima do Coritiba na manhã deste domingo (17), em partida válida da segunda rodada do Campeonato Brasileiro, o técnico Fabián Bustos analisou a postura do time, que, em sua visão, foi superior durante os 90 minutos na Vila Belmiro. O comandante argentino também reclamou do pênalti marcado para o Coxa, que resultou no gol de empate.

"Fizemos bom primeiro tempo. Poderíamos ter um placar melhor. Teve um pênalti que não existe. É difícil porque temos o VAR [árbitro de vídeo] e é preciso usar para tirar as dúvidas", comentou o treinador.

"Tínhamos claro como eles jogavam. O Coritiba é uma boa equipe, ganhou de 3 a 0 no primeiro jogo [contra o Goiás]. Fomos bem ofensivamente, criamos muitas situações e fizemos danos. Criamos sete situações claras para marcar gol. Defensivamente, fizemos erros que deram chances para eles e nos complicaram, mas fomos superiores", completou Bustos.

Neste domingo, o Peixe garantiu a primeira vitória depois de empatar sem gols com o Fluminense na estreia. Mas, apesar do triunfo, Bustos reconheceu que a equipe caiu de rendimento após o intervalo, o que permitiu uma pressão do Coritiba.

"No segundo tempo, um pouco passa pelo emocional por não ter feito o terceiro gol. Fizemos mudanças ofensivas para definir o placar. Eles fizeram muitos cruzamentos, por isso a entrada de Velázquez", afirmou o técnico.

O Santos volta a campo na próxima quarta-feira (20), novamente contra o Coritiba, mas desta vez a partida será da terceira fase da Copa do Brasil. O jogo vai ocorrer no Estádio Couto Pereira, na capital paranaense, às 19h30 (de Brasília).

Al Rihla revelada: relembre todas as bolas da história das Copas

Últimas