Futebol Abel cita falta de concentração na derrota do Palmeiras

Abel cita falta de concentração na derrota do Palmeiras

Técnico também falou sobre como seus jogadores estavam afobados no duelo que terminou 2 a 0 para o Athletico-PR

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Abel Ferreira observa o Palmeiras na derrota para o Athletico-PR no Allianz pelo Brasileirão

Abel Ferreira observa o Palmeiras na derrota para o Athletico-PR no Allianz pelo Brasileirão

CESAR GRECO/SITE OFICIAL DO PALMEIRAS (02.07.2022)

O Palmeiras atuou em casa no sábado (02) e acabou sendo derrotado pelo Athletico-PR, por 2 a 0. Com o resultado, o Furacão virou o novo vice-líder do Campeonato Brasileiro, agora com 27 pontos. Apesar do tropeço no Allianz Parque, o Verdão segue líder, com 29. O técnico Abel Ferreira creditou revés à falta de concentração dos seus jogadores.

"Quantas finalizações fizemos? Trinta e cinco. Então não vamos falar mais nada, vamos falar que temos que ser mais eficientes, temos que assumir isso. Temos que ser mais concentrados, menos afobados, mas criamos oportunidades suficientes para vencer o adversário. Vi as chances que criamos, chances cara a cara, então não vamos falar de Dudu, da tática, vamos ser claros e objetivos. Quantas vezes finalizamos? Trinta e cinco", disse o irritado Abel Ferreira na coletiva de imprensa pós-jogo.

"Hoje não fomos competentes na finalização, em estar na frente do goleiro e fazer o gol. É o único aspecto negativo do jogo, a eficiência. Contra uma equipe que se defende tão baixo, não podemos criar tanto e não marcar. Posse de bola, o que me traduz? Não me diz nada. No fator mais importante, o Athletico foi melhor do que o Palmeiras. Fez dois, nós não conseguimos fazer", acrescentou o técnico.

Abel também falou sobre o encontro com Luiz Felipe Scolari, o primeiro entre eles com o português no Verdão.

"Eu não jogo contra ninguém, meu tempo de jogador já acabou. Foi o Palmeiras contra o Athletico-PR. Um jogo normal dentro do que esperávamos. Uma equipe eficiente e feliz, com um goleiro que foi extremamente competente. Parabéns ao Athletico pelo jogo que fez. Soube sofrer, teve a estrelinha do jogo, como costumo dizer", disse Abel.

"Se o mundo tivesse pessoas como ele, isso estaria muito melhor. O abraço primeiro foi de gratidão, primeiro como jogador, e segundo como treinador, pois acho extremamente competente. Foi o último treinador campeão do mundo pelo Brasil, jogando dessa maneira, e bem. É um treinador que conhece o futebol brasileiro, sabe bem como é que se ganha. Muita gratidão como jogador, treinador e português que sou. Foi uma pessoa que mudou mentalidades sobre o torcer pela seleção. Nunca vou esquecer da bandeirinha, que ele fez todos os portugueses colocarem em suas casas para torcer", concluiu.

O Palmeiras se programa agora para o jogo de volta da Libertadores, contra o Cerro Porteño, em partida válida pelas oitavas de final da competição. Na ida, o Verdão ganhou dos paraguaios por 3 a 0. O duelo será no Allianz Parque, na próxima quarta-feira (6), às 19h15.

Saiba quais inovações as Copas do Mundo já trouxeram ao futebol

Últimas