Esportes Fundo saudita começa renovação no Newcastle com demissão do técnico Steve Bruce

Fundo saudita começa renovação no Newcastle com demissão do técnico Steve Bruce

O Newcastle confirmou nesta quarta-feira a demissão do técnico Steve Bruce, marcando a primeira grande decisão do fundo saudita desde que comprou o clube. "O Newcastle confirma que Steve Bruce deixou o cargo de treinador principal por consentimento mútuo", disse o time inglês em um comunicado oficial, confirmando a saída de Bruce após mais de dois anos no cargo, nos quais ele terminou em 13.º e 12.º lugar no Campeonato Inglês.

No entanto, a equipe atualmente ocupa a 19.ª e penúltima colocação somando apenas três pontos em oito rodadas, o que precipitou a saída de Steve Bruce, que no último fim de semana, na derrota para o Tottenham, completou a sua milésima partida na carreira.

"Estou muito grato ao Newcastle por me dar a oportunidade de liderar este clube. Gostaria de agradecer à minha comissão técnica, aos jogadores e a todos os trabalhadores por este tempo pelo seu grande esforço. Houve altos e baixos, mas eles sempre deram tudo de si e devem estar orgulhosos", disse Steve Bruce.

"Este é um clube com uma grande base de torcedores e espero que os novos proprietários possam levá-lo para frente e posicioná-lo onde todos queremos", acrescentou o treinador.

No início deste mês, o Newcastle foi comprado por 300 milhões de libras (cerca de R$ 2,2 bilhões na cotação atual) por um grupo liderado pelo Fundo de Investimento Público (PIF) da Arábia Saudita, administrado pelo príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman, que adquiriu 80% das ações e chegou a visitar o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, em abril, para tratar da negociação.

O clube da Inglaterra é considerado agora o mais rico do mundo já que o patrimônio de bin Salman é estimado em torno de 400 bilhões de dólares (R$ 2,22 trilhões), 10 vezes superior ao então mais rico, o sheik Mansour bin Zayed Al Nahyan, dono do Manchester City.

Últimas