FPF quer mudar VAR e deve usá-lo campeonato inteiro a partir de 2021

Erros em jogos do São Paulo, mostraram aos dirigentes importância do uso de árbitro de vídeo já na primeira etapa da competição estadual

VAR será usado em primeira fase a partir de 2021, graças aos erros no Paulista

VAR será usado em primeira fase a partir de 2021, graças aos erros no Paulista

Roberto Vazquez/Estadão Conteúdo - 3.2.2020

A Federação Paulista de Futebol (FPF) planeja mudar o VAR, que será implementado nos mata-matas do Campeonato Paulista, e também pretende usar a tecnologia durante toda a competição nos próximos anos. Vice-presidente da entidade Mauro Silva não especificou quais alterações devem ser feitas e limitou-se a dizer que "são importantes". O Estado apurou que são questões relacionadas à infraestrutura. Os mata-matas começam daqui a um mês e meio, no primeiro fim de semana de abril.

Leia mais: A ousadia do Corinthians. Para ter Renato Augusto e Paulinho de volta

"Provavelmente vai ter algumas mudanças que são importantes para o futebol, mas ainda não estão definidas. Temos contratos para assinar, precisamos concluir algumas coisas. Mas em pouco tempo vamos resolver e divulgar as novidades", afirmou Mauro Silva, em entrevista ao Estado.

Os erros de arbitragem nas rodadas iniciais da fase do grupo do Paulistão reacenderam a discussão sobre o uso do VAR. A tecnologia não é utilizado durante todo o torneio por causa do custo considerado elevado, de cerca de R$ 50 mil por jogo.

Assim como aconteceu em 2019, a FPF será a responsável por bancar o VAR nos mata-matas. Serão oito partidas: os duelos únicos de quartas e semifinal, além das partidas de ida e volta da decisão, o que resultará em investimento de R$ 400 mil. A expectativa é de que o custo com o VAR diminua nos próximos anos.

Confira: Corinthians tem maior dívida entre clubes brasileiros

"Nesse início sem VAR, deu para ver como é importante ter a tecnologia. Tem muita gente dizendo que precisa ter o VAR desde o começo, e estamos avançando nesse aspecto. É difícil dizer exatamente quando, mas tenho a convicção de que vai ter VAR no campeonato inteiro. Até porque a tecnologia abaixa o custo ano a ano. E acho que o custo-benefício nesse caso justifica. Não posso dizer que vai ser no ano que vem, mas com certeza no futuro vamos ter", afirmou Mauro Silva.

O vice da FPF também disse que tem acompanhado a renovação que a Comissão de Arbitragem realiza com seus juízes. O árbitro Flávio Roberto Mineiro Ribeiro, de 24 anos, foi afastado após ter errado no empate por 1 a 1 entre São Paulo e Novorizontino, na quarta rodada (anulou dois gols e não marcou dois pênaltis).

Mauro Silva ressaltou que a Comissão de Arbitragem é independente e tem autonomia para tomar decisões, mas mantém contato com seus membros. "A comissão quer fazer um processo de renovação na arbitragem. É importante ter cuidado, é um processo saudável e estamos acompanhando. Ela tem autonomia, mas os clubes nos cobram e conversamos com eles. Quando tem reclamações, temos que entender. Converso com os membros da comissão para entender e para transmitir as críticas que vêm para a Federação, até para que eles também estejam atentos ao que está acontecendo".

Curta a página do R7 Esportes no Facebook. 

Racismo no futebol: goleiro vascaíno e jogador de Mali não estão sozinhos