Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Willian 'Bigode' tem quase R$ 8 milhões bloqueados pela Justiça por golpe das criptomoedas

Pedido de bloqueio foi feito por Mayke, do Palmeiras; decisão foi publicada nesta quarta-feira no Diário da Justiça Eletrônico do TJ-SP

Fora de Jogo|Do R7


A pedido de Mayke, Justiça bloqueia quase R$ 8 milhões de Willian 'Bigode'
A pedido de Mayke, Justiça bloqueia quase R$ 8 milhões de Willian 'Bigode'

A Justiça determinou nesta quarta-feira (12) o bloqueio de quase R$ 8 milhões (R$ 7.834.232,61) de contas bancárias e bens do atacante Willian "Bigode", ex-jogador do Palmeiras que está atualmente no Athletico-PR, e de sua mulher, Loisy. 

A decisão, assinada pelo juiz Christopher Alexander Roisin, da 14ª Vara Cível de São Paulo, se deu após um pedido do lateral Mayke, do Palmeiras, e foi publicada hoje no Diário da Justiça Eletrônico do TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo).

Mayke, ao lado de Gustavo Scarpa, ex-jogador do Verdão que está atualmente no Nottingham Forest-ING, foi vítima do golpe das criptomoedas, revelado no início de março. A dupla entrou com processo contra a WLJC Consultoria e Gestão Empresarial, empresa de consultoria que tem Bigode e Loisy como sócios. 

Foi por meio da WLJC Consultoria que Mayke e Scarpa conheceram a Xland, empresa que prometia altos rendimentos, na casa dos 5% ao mês, por meio de investimentos em criptomedas. A Xland, no entanto, nunca pagou os jogadores, mesmo depois que os atletas solicitaram os valores investidos.

Publicidade

Por outro lado, a empresa da qual Willian Bigode é sócio entrou na Justiça para ser retirada da ação movida por Mayke e Scarpa. A versão da WLJC é de que a empresa também é vítima do golpe da Xland.

Com demissão de VP, Flamengo chega aos R$ 37 milhões em multas de técnicos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.