Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Serginho Chulapa tem apartamento tomado e desapropriado pela Justiça por dívida de R$ 725 mil

Ex-mulher e filhos do ídolo do Santos moram no local; processo, iniciado em 2004, transitou em julgado e não cabe mais recurso

Fora de Jogo|Do R7

Serginho Chulapa tem dívida de R$ 725 mil
Serginho Chulapa tem dívida de R$ 725 mil Serginho Chulapa tem dívida de R$ 725 mil

O ex-atacante Serginho Chulapa teve um de seus imóveis tomados pela Justiça em razão de dívidas com Condomínio Edifício Goya, no valor de R$ 725 mil. Com a decisão, contra a qual não cabe recurso, o imóvel, localizado na Vila Olímpia, será desapropriado. A ex-mulher do jogador mora no local com seus filhos. O processo foi iniciado em 2004. A informação foi confirmada pela reportagem.

Na decisão do juiz Renato de Abreu Perine, da 42ª Vara Cível de São Paulo, no dia 25 de agosto, o imóvel será adjudicado — terá sua posse revertida ao credor, neste caso o Edifício Goya. Ele é avaliado em cerca de R$ 605 mil. Por se tratar de um valor inferior ao débito do ex-atacante com o condomínio, o magistrado avaliou como válido o pedido pela sua adjudicação. O Edifício Goya contabilizou juros, multas e correções monetárias, segundo a inflação, no cálculo.

· Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

· Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

No processo, a defesa do atacante, que era liderada pela advogada Maria Cecília Mussalem, mulher do ex-jogador Basílio e morta em 2021, vítima da Covid-19, argumentou que o imóvel não estava em seu nome. De acordo com os documentos juntados ao processo, o apartamento pertencia à pessoa jurídica Santa Cruz de Cabrália Empreendimentos Imobiliários. No entanto, a empresa, fundada em 1973, já havia falido antes mesmo do início do processo.

Mas a Justiça de São Paulo entendeu que o imóvel pertencia ao ex-jogador, que já havia quitado os débitos para efetuar sua compra. "Aquele que constava como proprietário na matrícula do imóvel — a pessoa jurídica SANTA CRUZ DE CABRALIA EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS S/A, manifestou-se informando que não possui qualquer direito sobre o bem, já que este foi alienado ao executado Sergio Bernardino em data muito anterior ao decreto de falência", afirma o magistrado na decisão.

Publicidade

Chulapa argumentava que o imóvel estaria contido na "massa falida" — bens que pertenciam à empresa no momento que esta decretou a falência. Ele também afirmou que sua ex-mulher, que reside no local, seria a responsável pelos pagamentos do imóvel. O processo já transitou em julgado e não cabe mais recurso contra ele.

A dívida de Chulapa será quitada até o valor do imóvel. A defesa do ex-atacante deverá comunicar, em até 15 dias, que houve a adjudicação do apartamento. A dívida, de R$ 725 mil, contabiliza débitos de outros três processos, de 2011, 2014 e 2018.

Mansão de Cafu avaliada em R$ 27 milhões será leiloada para pagamento de dívidas; veja fotos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.