Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Ronaldinho e Assis participaram de audiência por videoconferência

Por causa da pandemia de coronavírus, craque e seu irmão não puderam comparecer ao julgamento que determinou a mudança para prisão domiciliar

Fora de Jogo|Marc Sousa, da Record TV

Ronaldinho participou de julgamento através de videoconferência
Ronaldinho participou de julgamento através de videoconferência Ronaldinho participou de julgamento através de videoconferência

A terça-feira, dia 7 de abril, ficará para sempre na história de Ronaldinho. O craque, eleito o melhor jogador do mundo duas vezes, finalmente deixará a Agrupación Especializada, um quartel da Polícia Nacional do Paraguai transformado em prisão de segurança máxima.

A decisão foi tomada através de um julgamento liderado pelo juiz Gustavo Amarilla, que aceitou colocar o ex-jogador e seu irmão, Roberto Assis, em prisão domiciliar.

Leia também

Após o pagamento de uma fiança no valor de 1,6 milhão de dólares (cerca de 8,4 milhões), os dois passarão a ficar em um hotel no centro de Assunção, capital do Paraguai.

Por causa da pandemia de coronavírus, Ronaldinho e Assis participaram do julgamento através de videoconferência.

Publicidade

No vídeo, foi explicado aos dois que eles terão custódia policial permanente no hotel.

Veja quais jogadores têm mais gols desde 2010 nos times da Série A

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.