Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Preso há 50 dias, Daniel Alves já recebeu mais de R$ 660 mil de 'salário'; entenda

Jogador está há quase dois meses detido em Barcelona e acordo rescisório com São Paulo não deixou de ser cumprido durante prisão

Fora de Jogo|Do R7

Daniel Alves foi preso preventivamente por acusação de estupro em Barcelona
Daniel Alves foi preso preventivamente por acusação de estupro em Barcelona Daniel Alves foi preso preventivamente por acusação de estupro em Barcelona

Preso há 50 dias por acusação de estupro — episódio supostamente ocorrido em Barcelona, na Espanha — Daniel Alves já recebeu mais de R$ 660 mil de 'salário'. Isso porque o jogador e o São Paulo fizeram um acordo rescisório, ainda em setembro de 2021, quando o lateral saiu do Tricolor. As cláusulas não previam interrupção ou encerramento dos pagamentos.

O contrato firmou o valor de R$ 400 mil mensais em 60 parcelas, o que equivale a quase R$ 24 milhões no final do período acordado. Nos cálculos proporcionais, o lateral recebeu, até o momento, cerca de R$ 667 mil do São Paulo. 

O acordo começou a ser cumprido ainda em 2021 e deve acabar, se não houver atrasos ou alguma modificação no contrato, somente no final de 2026. A relação entre o Tricolor e Daniel Alves ficou estremecida nos meses finais da passagem do jogador pelo clube.

Após diversos episódios que geraram desgaste entre as partes, a ruptura definitiva aconteceu quando o jogador decidiu não se reapresentar ao São Paulo após período com a seleção brasileira e irritou o clube ao "mandar recado" via seu estafe de que não jogaria mais enquanto houvesse dívida do clube com ele.

Publicidade

Fuga dos patrocinadores

Assim que saiu a notícia da prisão, o clube em que o lateral jogava - o Pumas, do México - rescindiu o contrato do jogador. Além disso, Daniel Alves perdeu, no mesmo dia em que foi preso, outros três acordos de patrocínio. Os comunicados chegaram através do e-mail da assessoria do brasileiro.

A equipe mexicana pediu uma indenização de cerca de 5 milhões de dólares (equivalente a R$ 25 milhões) pelo descumprimento de cláusulas do contrato.

Publicidade

O caso

Daniel Alves está preso em uma cela, no módulo 13, do Centro Penitenciário Brians 2. Jogador está detido desde 20 de janeiro, após ter sido acusado de estuprar uma jovem de 23 anos na boate Sutton, espaço luxuoso na capital catalã. O jogador divide o espaço com outro brasileiro, chamado Coutinho, que o auxilia na adaptação ao local. A prisão fica próxima de Barcelona.

Ainda em fevereiro, o Tribunal de Barcelona realizou uma audiência para decidir sobre o pedido de liberdade provisória de Daniel Alves. A sessão decidiu pela manutenção da prisão do jogador.

Publicidade

O Ministério Público da Espanha havia pedido à Audiência de Barcelona, responsável pelo caso, para que o jogador fosse mantido preso, pelas inúmeras provas que o incriminam de violência sexual. Segundo a decisão do Tribunal, existia ainda um alto risco de o brasileiro fugir para o Brasil, onde, segundo os magistrados responsáveis pelo caso, é o local em que fica sua residência principal.

Daniel Alves: confira, em fotos, o caso que mantém o jogador preso há 50 dias

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.