Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Polícia da Espanha quer punir torcedores que simularam enforcamento de Vini Jr.

Atacante do Real Madrid foi vítima de ataques na última quinta-feira (26), às vésperas do clássico contra o Atlético

Fora de Jogo|

Vini Jr. marcou o último dos três gols do Real em jogo contra o Altético
Vini Jr. marcou o último dos três gols do Real em jogo contra o Altético Vini Jr. marcou o último dos três gols do Real em jogo contra o Altético

A Comissão Estatal contra a Violência, o Racismo, a Xenofobia e a Intolerância no Esporte na Espanha vai punir os torcedores do Valladolid que proferiram insultos racistas contra o atacante brasileiro Vinícius Jr., do Real Madrid, em um jogo do Campeonato Espanhol disputado no dia 30 de dezembro.

"A comissão iniciou os trâmites das propostas de sanção para mais de dez torcedores" do Valladolid, informou o Conselho Superior de Esportes (CSD), órgão do qual a comissão é dependente, em um comunicado.

A polícia continua recolhendo dados para poder "propor punições, que por sua gravidade terão associadas multas de 4.000 euros e a proibição de acesso a recintos esportivos por um período de um ano para cada um dos identificados", acrescentou o CSD.

Em 30 de dezembro do ano passado, torcedores do Valladolid proferiram insultos racistas contra Vinícius na vitória do Real Madrid por 2 a 0 no estádio José Zorrilla.

Publicidade

A organização do Campeonato Espanhol apresentou uma denúncia nos tribunais de Valladolid por esses insultos eforneceu "as provas audiovisuais coletadas na investigação feita por meio de imagens e sons publicados em fontes abertas".

Em uma reunião extraordinária realizada nesta segunda-feira, a Comissão Estatal também abordou os incidentes da semana passada, em que um boneco que representava o jogador brasileiro foi pendurado em uma ponte, como se estivesse enforcado.

Publicidade

A polícia "iniciou uma investigação para a identificação dos autores" do ato horas antes do jogo entre Real Madrid e Atlético de Madrid pelas quartas de final da Copa do Rei.

"Entre outras linhas de investigação, está sendo trabalhada a visualização das câmeras de vigilância do trânsito na região, assim como as imagens publicadas nas redes sociais", para punir os "autores desses atos desprezíveis de caráter racista, xenófobo e intolerante", afirmou o CSD.

Avaliado em 800 milhões de reais, Vini Jr. é o único brasileiro na lista de jogadores mais caros do mundo

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.