Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

'Não é fácil reviver', diz Lais Souza após revelar abusos que sofreu de cuidadores

Ex-ginasta afirmou que quis dar voz a outras vítimas ao trazer à tona os abusos sexuais que sofreu depois de ficar tetraplégica

Fora de Jogo|Do R7

Lais Souza ficou tetraplégica em 2013
Lais Souza ficou tetraplégica em 2013 Lais Souza ficou tetraplégica em 2013

A ex-ginasta Lais Souza voltou a falar sobre os abusos sexuais que sofreu de cuidadores na noite de terça-feira (29), por meio das redes sociais. Depois de fazer a revelação em entrevista ao podcast do influenciador Rodrigo Mussi, Lais publicou uma longa carta em seus perfis na internet e disse que trouxe à tona o que ocorreu com ela para encorajar outras vítimas e lhes dar voz.

· Compartilhe esta notícia no WhatsApp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

"Não é fácil reviver acontecimentos dessa natureza, e imagino que muitas pessoas já tenham passado por isso e não conseguem se expressar. Gostaria que soubessem que vocês têm o meu apoio", escreveu a ginasta.

Publicidade

A ex-atleta perdeu os movimentos dos braços e das pernas depois de um acidente de esqui em 2013. Na época, Lais treinava para as Olimpíadas de Inverno de Sochi, que ocorreram no ano seguinte. Antes disso, ela foi ginasta. 

"Minha intenção ao compartilhar essa história foi alertar e conscientizar sobre um problema sério que afeta muitas pessoas. Falar sobre abuso é fundamental para dar voz às vítimas e encorajar a busca por ajuda e justiça. Para que possamos também nos ouvir e nos apoiar", disse. 

Publicidade

Na entrevista com Mussi, Lais revelou que os abusos ocorriam em momentos de vulnerabilidade da ex-atleta, como quando ela estava dormindo ou prestes a dormir. "Por outro lado, isso me fez ser mais atenta e adotar práticas de segurança. Minha equipe de apoio atual foi cuidadosamente selecionada para garantir meu bem-estar e conforto, e estou imensamente grata por isso", afirmou.

Veja o relato na íntegra de Lais Souza:

Publicidade

"Papo sério, galera!!

Por acreditar na importância da comunicação direta, gostaria de complementar o tema tão delicado que @rodrigo.mussi e eu publicamos ontem.

Publicidade

Recentemente, compartilhei com ele uma experiência dolorosa do meu passado, revelando que sofri abuso. Não é fácil reviver acontecimentos dessa natureza, e imagino que muitas pessoas já tenham passado por isso e não conseguem se expressar. Gostaria que soubessem que vocês têm o meu apoio.

Minha intenção ao compartilhar essa história foi alertar e conscientizar sobre um problema sério que afeta muitas pessoas. Falar sobre abuso é fundamental para dar voz às vítimas e encorajar a busca por ajuda e justiça. Para que possamos também nos ouvir e nos apoiar.

O meu foco permanece em compartilhar informações claras e honestas, mantendo sempre um ambiente de respeito e troca.

Agradeço pelas mensagens de carinho, acolhimento, compreensão e o apoio contínuo de todos. Estou cercada de familiares e amigos que transbordam carinho e cuidado comigo."

Beijos, Lais Souza

Não é só Rubiales: veja outros dirigentes que foram acusados de assédio sexual

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.