Fora de Jogo Mendy vai ao tribunal para responder por crimes sexuais; jogador pode pegar prisão perpétua

Mendy vai ao tribunal para responder por crimes sexuais; jogador pode pegar prisão perpétua

Lateral francês, que teve contrato com Manchester City suspenso, acumula oito acusações de estupro e uma de agressão sexual

  • Fora de Jogo | Do R7

Lateral francês pode pegar prisão perpétua caso seja condenado

Lateral francês pode pegar prisão perpétua caso seja condenado

LINDSEY PARNABY / AFP

Benjamin Mendy inicia nesta quarta-feira (10) o julgamento pelas denúncias de crimes sexuais que o envolvem. O lateral francês está sendo indiciado por oito acusações de estupro e uma agressão sexual. Quase um ano depois de ser preso, Mendy está no tribunal Crown Court, em Chester, na Inglaterra.

O jogador aparece ao lado do co-réu Louis Saha Matturie, que está sob investigação por oito acusações de estupro e quatro acusações de agressão sexual a oito mulheres.

Treze mulheres são potencialmente suas vítimas: duas delas foram supostamente estupradas no verão de 2021 pelos dois homens no mesmo dia, uma em julho e outra em agosto. Caso condenados, o jogador de 28 anos e o amigo, de 40 anos, podem pegar pena de prisão perpétua, sem liberdade condicional por até 19 anos.

Em maio, Mendy negou em juízo ter cometido os crimes sexuais, declarando ser inocente. Todos os crimes teriam acontecido na casa do lateral, em Manchester, também na Inglaterra.

Nos últimos meses, as acusações aumentaram. As denúncias remetem a eventos ocorridos em outubro de 2018, outubro de 2020, janeiro de 2021 e julho de 2021. Uma última queixa foi adicionada ao processo há dois meses atrás. O lateral está proibido de sair do território britânico. 

Mendy está suspenso pelo Manchester City desde agosto do ano passado, quando surgiram as primeiras denúncias contra ele. O clube inglês gastou quase 60 milhões de euros para contratá-lo do Monaco em 2017, quando ele foi um dos destaques da equipe que conquistou o Campeonato Francês.

Campeão da Copa do Mundo de 2018 pela França, o jogador ficou preso preventivamente entre agosto de 2021 e janeiro de 2022, quando foi solto sob fiança para responder às acusações em liberdade. Ele chegou até a ser transferido para uma prisão de segurança máxima em Manchester antes de ser liberado.

Astro da NFL é preso dirigindo sob efeito de drogas um carro sem pneu

Últimas