Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Ex de Daniel Alves relata ameaças sofridas nas redes: 'Estamos autorizados a te matar'

A modelo Joana Sanz usou seu perfil para expor usuário que a ofendia de forma recorrente; jogador está preso desde janeiro

Fora de Jogo|Do R7

Joana Sanz desabafou após sofrer ameaça de morte
Joana Sanz desabafou após sofrer ameaça de morte Joana Sanz desabafou após sofrer ameaça de morte

A modelo Joana Sanz, ex-esposa do lateral Daniel Alves, compartilhou nas redes sociais no começo desta semana algumas das ameaças que recebe desde o início do ano, quando o jogador foi preso, por violência sexual.

Pelo Stories do Instagram, a espanhola divulgou mensagens recebidas em português e em espanhol e lamentou a situação. “Sigo tendo que lidar com isso”, escreveu.

Joana Sanz compartilha ameaças sofridas no Instagram
Joana Sanz compartilha ameaças sofridas no Instagram Joana Sanz compartilha ameaças sofridas no Instagram

· Compartilhe esta notícia no WhatsApp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

“Vai morrer, cadela! Vamos te encontrar em qualquer parte, cadela. Você tira sarro do seu marido depois que ele se desculpou com você. Estamos autorizados a te matar”, diz uma das mensagens.

“Sua mãe não iria gostar de te ver sendo prostituta de luxo”, escreveu a mesma usuária, em outra mensagem. A mãe de Joana faleceu no início do ano, após complicações em decorrência de um tumor.

Publicidade

Desde o começo do ano, a modelo vem criticando a exposição sofrida por conta do caso. Pelas redes, Joana criticou parte da mídia espanhola por persegui-la e expôs outras críticas e ofensas feitas por usuários em seu perfil.

Caso Daniel Alves

O jogador está preso desde o dia 20 de janeiro, no centro penitenciário Brians 2, em Barcelona. Ele é acusado de ter estuprado uma jovem em uma boate na véspera do ano-novo.

Publicidade

Desde que a denúncia se tornou pública, Daniel mudou a sua versão dos fatos diversas vezes. No início negou os fatos, mas posteriormente admitiu ter tido relações com a mulher que o denuncia.

Em sua primeira entrevista após a prisão, negou ter cometido qualquer crime. 

"Estou com a consciência tranquila. Eu nunca machuquei ninguém intencionalmente. E nem ela naquela noite. Não sei se ela está com a consciência tranquila, se dorme bem à noite. Eu a perdoo, ainda não sei por que ela fez tudo isso, mas eu a perdoo", disse ao jornal espanhol La Vanguardia.

As investigações sobre o caso foram encerradas, e a expectativa é que o lateral direito seja julgado ainda neste ano. Em caso de condenação, o brasileiro poderá ser sentenciado a até 12 anos de prisão.

Daniel Alves completa seis meses na prisão em meio a contradições, divórcio e perdão à vítima

" gallery_id="64b811b9cd77c0919100015f" url_iframe_gallery="esportes.r7.com/fora-de-jogo/joana-sanz-relata-ameacas-sofridas-nas-redes-sociais-25072023"]

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.