Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Hotel de CR7 no Marrocos vira abrigo improvisado para turistas após terremoto

Dezenas de pessoas lotaram o saguão do local buscando refúgio; estabelecimento de Cristiano fica na periferia de Marrakech

Fora de Jogo|Do R7

Hotel de CR7 em Marrakech, no Marrocos
Hotel de CR7 em Marrakech, no Marrocos Hotel de CR7 em Marrakech, no Marrocos

Um dos hotéis que pertencem a Cristiano Ronaldo se tornou abrigo improvisado para dezenas de turistas que procuraram abrigo após o terremoto devastador de magnitude 6,8 que atingiu a região central do Marrocos, na noite desta sexta-feira (8). O estabelecimento faz parte da rede Pestana CR7 e está localizado em Marrakech. As informações são do canal RTVE.

Em entrevista à emissora marroquina, Iene Seixas, turista espanhola, revelou que o saguão do hotel virou uma espécie de abrigo, já que os quartos estão ocupados. O local fica na periferia de Marrakech e possui quatro estrelas.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

"Dormimos a noite toda na rua e às 7 da manhã nos disseram que, sim, podíamos vir, e estamos num lobby com muita gente de diferentes nacionalidades, esperando para ver se conseguimos um quarto. Mas todos nós dormimos na rua", disse Irene. 

O Pestana CR7, além das quatro estrelas, possui piscina, academia, jardim, bar e restaurante. Os turistas abrigados no saguão esperam que seja normalizada a disponibilidade de novos voos para saírem do país. 

Publicidade

Terremoto deixa mais de 1.300 mortos

Subiu para 1.305 o número de mortos devido ao terremoto de magnitude 6,8 que atingiu o Marrocos na sexta-feira (8) — o balanço anterior divulgado neste sábado era de 1.037. O número de feridos informado foi para 1.832, dos quais 1.220 estão em estado grave.

As autoridades do país consideram o abalo sísmico o mais forte já registrado no país. O epicentro do tremor, que ocorreu às 23h11 no horário local (19h11, no horário de Brasília), se localiza a 71 km a sudoeste de Marrakech. Não há relato de brasileiros entre os mortos no terremoto, diz a embaixada.

Publicidade

Segundo o Ministério do Interior, as províncias e os municípios mais atingidos pelo tremor foram Al Haouz, Marrakech, Ouarzazate, Azilal, Chichaoua e Taroudant. Nas redes sociais, a população afetada registrou momentos de pânico e destruição devido aos tremores.

O terremoto foi sentido com menos intensidade em cidades costeiras, como Rabat e Casablanca, e até mesmo em Fez, onde está concentrada a seleção olímpica do Brasil (e que fica a 530 km de Marrakech). O abalo afetou, ainda, províncias na região oeste da Argélia, país vizinho do Marrocos, mas as autoridades locais negaram haver danos ou vítimas.

Histórico! Confira em 7 ângulos o gol que fez de Neymar o maior artilheiro da seleção brasileira

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.