Fora de Jogo Ex-jogador do Barcelona revela ter perdido fortuna milionária após sofrer golpe

Ex-jogador do Barcelona revela ter perdido fortuna milionária após sofrer golpe

Arda Turan, que fez sucesso no Atletico de Madrid, acusa a diretora de seu banco; 'O trabalho de anos desapareceu', lamenta

  • Fora de Jogo | Do R7

Arda Turan foi contratado pelo Barcelona em 2015

Arda Turan foi contratado pelo Barcelona em 2015

Alejandro García/EFE - 07.02.2017

O ex-jogador de futebol Arda Turan, que atuou no Barcelona e no Atletico de Madrid, revelou ter sofrido um golpe financeiro e perdido todas as economias conquistadas ao longo da carreira.

O turco, de 36 anos, que se aposentou no ano passado, reclama de ter perdido mais de 13 milhões de euros (cerca de R$ 69,5 milhões) após investir em um fundo financeiro, incentivado pela diretora de seu banco em Istambul. 

"Todo o dinheiro que ganhei com o meu esforço, o trabalho de anos, desapareceu", desabafa Turan. "Me enganou e levou o dinheiro que ganhei trabalhando. Peço desculpas, mas esse incidente me esgotou. Todas as minhas economias desapareceram em um instante", completa.

A pessoa apontada como responsável pela fraude financeira é a diretora do banco Denizbank Seçil Erzan, que também é acusada de ter lesado diversos outros clientes, incluindo jogadores, e ter sumido com mais de 25 milhões de dólares (cerca de R$ 133 milhões).

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Segundo informações da imprensa turca, 18 pessoas prestaram queixa contra Erzan, entre elas o goleiro da seleção uruguaia e do Galatasaray, Fernando Muslera. Pelas acusações, a mulher foi indiciada pela Procuradoria-Geral de Istambul e passa por julgamento.

Apelidado de "Mágico Turco", Arda Turan foi um dos jogadores nascidos no país que tiveram mais destaque no futebol europeu nos últimos tempos. Após ter sido revelado pelo Galatasaray, foi vendido ao Atletico de Madrid, no qual teve grande destaque.

Em 2015, o Barcelona desembolsou mais de 40 milhões de euros pelo jogador. Entre altos e baixos, e saídas por empréstimo, ficou na Catalunha até 2020. Depois disso, voltou para o futebol turco, até encerrar a carreira, no ano passado. Atualmente, ele é técnico do Eyupspor, da segunda divisão da Turquia.

Conheça Estevão, joia do Palmeiras e da seleção que pode se tornar mais cara que o amigo Endrick

Últimas