Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Ex-chefe da F1 Bernie Ecclestone se declara culpado de fraude fiscal de R$ 2,4 bilhões

Ex-cartola britânico não declarou ao Tesouro os bens em Cingapura por mais de três anos e recebeu multa como sentença

Fora de Jogo|Do R7

Ecclestone recebeu sentença poucas horas depois de declarar fraude
Ecclestone recebeu sentença poucas horas depois de declarar fraude Ecclestone recebeu sentença poucas horas depois de declarar fraude

O ex-chefe da Fórmula 1 Bernie Ecclestone foi condenado, nesta quinta-feira (12), a 17 meses de prisão sob sursis por fraude fiscal, uma pena que evitará sua entrada na prisão, a menos que receba uma nova condenação nos próximos dos anos.

Também aceitou pagar uma multa de 652 milhões de libras (US$ 800 milhões, ou R$ 4,04 bilhões, na cotação do dia) para pôr fim a seu litígio com a Receita e evitar o julgamento, que começaria em 16 de novembro.

Ecclestone, de 92 anos, tomou conhecimento da sentença apenas algumas horas depois de ter-se declarou culpado de fraude fiscal, em um tribunal londrino, no âmbito do processo aberto contra ele por não ter declarado ao Tesouro 400 milhões de libras (US$ 490 milhões ou R$ 2,47 bilhões na cotação do dia) em bens em Cingapura, entre 2013 e 2016.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu Whatsapp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

Em um primeiro momento, ele se declarou inocente destes crimes em agosto de 2022, mas finalmente reconheceu os fatos na audiência desta quinta-feira.

Quem é a primeira mulher a testar um Fórmula 1 em cinco anos, que já foi até dublê em '007'?

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.