Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Estátua de Daniel Alves é vandalizada, e irmão do jogador rebate: 'E se ele provar inocência?'

Jogador está preso desde janeiro por acusação de estupro e teve pedido de liberdade recusado; julgamento deve acontecer em 2023

Fora de Jogo|Do R7

Estátua em homenagem a Daniel Alves está em Juazeiro, na Bahia
Estátua em homenagem a Daniel Alves está em Juazeiro, na Bahia Estátua em homenagem a Daniel Alves está em Juazeiro, na Bahia

A estátua que homenageia Daniel Alves na cidade natal do jogador, Juazeiro, na Bahia, foi vandalizada.

Foram colocados um saco preto na cabeça do jogador, fitas adesivas e uma corda. O irmão do jogador, acusado de estupro, Ney Silva, rebateu a atitude dos vândalos nas redes sociais. "Passando somente para lembrar que o meu irmão está aguardando o julgamento e a pergunta é: e se ele provar inocência? Se ele for absolvido? Como faremos?", escreveu.

A estátua foi inaugurada no bairro de Vaporzinho, no centro da cidade baiana, em 2020. Não há informações se o vandalismo tem alguma relação com a acusação de estupro enfrentada pelo jogador, mas a própria população de Juazeiro retirou os sacos e as fitas da peça.

· Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

· Compartilhe esta notícia pelo Telegram

O jogador está preso desde 20 de janeiro, acusado de ter estuprado uma jovem de 23 anos em Barcelona, na Espanha. A defesa do lateral-direito entrou com pedidos para que o atleta respondesse às acusações em liberdade, mas a Justiça espanhol recusou.

Publicidade

A juíza responsável pelo caso alega que existem provas suficientes para manter o brasileiro preso preventivamente e que, caso seja solto do presídio Brians 2, ele pode fugir para o Brasil e abandonar o processo.

A investigação do suposto crime foi concluída no fim de julho, e a magistrada processou o jogador por agressão sexual. Caso o estupro seja confirmado, o brasileiro terá de pagar uma fiança de mais de R$ 780 mil à vítima e pode ficar preso por seis anos. O julgamento de Daniel Alves está previsto para acontecer ainda neste ano, mas não há data marcada.

Antony, Daniel Alves, Cuca e mais: relembre atletas acusados de violência contra mulheres

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.