Bruno nega que assinará com time amador: 'Jogo por pura distração'

Goleiro foi apontado por veículos de comunicação como novo reforço da Associação Registanea Esporte Clube, clube amador da cidade de Varginha

Goleiro Bruno está procurando um clube para voltar ao futebol

Goleiro Bruno está procurando um clube para voltar ao futebol

Reprodução/Record TV

Não foi nesta quarta-feira que Bruno definiu o seu futuro. O goleiro, condenado pelo assassinato de Elisa Samudio, fez uma postagem em seu Instagram negando que atuará por um time amador, conforme alguns veículos de comunicação noticiaram.

No post, o atleta diz que não assinou com a Associação Registanea Esporte Clube, de Varginha, em Minas gerais e que apenas joga algumas partidas informalmente.

"Em respeito aos meus fãs, amigos e família, quero deixar bem claro que NÃO assinei com nenhum time amador! Chega a ser engraçado ver o que a mídia faz. Eu brinco, jogo algumas partidas sim, informalmente, como todos fazem fim de semana por pura distração! Ah! E para constar, brinco jogando de segundo volante, kkk, que por sinal, tenho muita qualidade na linha também! Sem mais.. Obrigado e boa noite a todos", disse Bruno na postagem.

Ver essa foto no Instagram

Será que deu pra entender ou vou ter que desenhar?

Uma publicação compartilhada por Bruno Fernandes De Souza (@oficialbrunogoleiro) em

O goleiro tem tido dificuldades para voltar ao futebol. Após passar para o regime semiaberto, ele teve autorização da Justiça para transferir residência e assinar com o Operário, do Mato Grosso. Entretanto, em meio à negociação, por conta da reação negativa do município, de torcedores e de patrocinadores, o time desistiu do negócio.

Antes disso, a negociação foi com o Fluminense de Feira de Santana, na Bahia. Igualmente com o que ocorreu com o time de Mato Grosso, houve desistência por conta da repercussão.

Bruno fala sobre morte de Eliza: 'Nunca foi por causa de pensão'