Fenômeno sueco bate mais uma vez o recorde mundial do salto com vara

O sueco Armand Duplantis bateu novamente neste sábado o recorde mundial do salto do vara. Em Glasgow, durante o Meeting Indoor de atletismo, ele saltou 6,18m e estabeleceu a nova marca justamente uma semana após ter saltado 6,17m e quebrado o recorde anterior, que era do francês Renaud Lavillenie.

"Em primeiro lugar quero enaltecer os meus pais, que estão aí desde meu início no quintal de casa. São anos de muito trabalho duro, mesmo que agora pareça que seja fácil conseguir esta marca. Estou me sentindo muito bem, rápido e forte", disse o atleta de 20 anos, que é treinado na parte técnica por seu pai e no físico por sua mãe.

Mondo, como é conhecido, conseguiu passar o sarrafo com tanta tranquilidade, e na primeira tentativa, que especialistas até consideram que a nova marca não vai durar muito tempo. "A pista estava bem veloz, então foi um ótimo primeiro salto. Estava uma energia incrível na arena, o que me ajudou na hora. Definitivamente eu vou sempre me lembrar deste lugar", festejou.

Duplantis nasceu e cresceu em Lafayette, no Estado de Louisiana, nos Estados Unidos, mas representa a Suécia, de onde é sua mãe Helena, uma ex-atleta de heptatlo e jogadora de vôlei. Greg, seu pai, foi atleta de salto com vara. E foi no jardim de casa que ele começou a praticar a modalidade e logo mostrou muito talento.

Com 1,81 metro de altura, o garoto prodígio consegue imprimir uma boa velocidade na hora do salto, o que ajuda a 'voar' mais alto. Desde cedo coleciona ótimas marcas e com apenas 18 anos foi campeão europeu, quando saltou 6,05m em agosto de 2018, em Berlim. Seus irmãos Andreas e Antoine também praticaram a modalidade e sua irmã Johanna, de 17 anos, que já tem como marca pessoal 3,65m.

Em Glasgow, Mondo teve 5,50m como primeiro desafio, depois passou por 5,75m na segunda tentativa. Aí partiu para 5,84m, depois 6m e finalmente saltou 6,18m. O garoto prodígio tem tudo para ser uma das grandes estrelas da modalidade nos Jogos Olímpicos de Tóquio. "Estou emocionado porque temos a Olimpíada nesta temporada e espero fazer meu melhor salto lá. É um bom começo de ano, mas eu quero triunfar nos Jogos de Tóquio", avisou.