Esportes Felipe Melo valoriza aplicação tática do Palmeiras e vê final do Paulista aberta

Felipe Melo valoriza aplicação tática do Palmeiras e vê final do Paulista aberta

O primeiro jogo da final do Campeonato Paulista entre Palmeiras e São Paulo foi truncado, com poucas oportunidades para os dois lados e terminou sem gols no Allianz Parque. Na visão de Felipe Melo, a decisão está aberta, assim como ocorreu no ano passado, quando o time alviverde empatou duas vezes com o Corinthians e sagrou-se campeão nos pênaltis.

"Tudo aberto, como no ano passado, como é normal em uma final de competição, em um clássico desse. A gente queria vencer, ficamos chateados, mas como em outros carnavais, podemos vencer fora e o campeonato está aberto", resumiu o volante e capitão palmeirense.

Felipe Melo repetiu o velho bordão de que "clássico se decide em detalhes" e, em um jogo de pouca inspiração dos dois lados, mas muita marcação, preferiu exaltar a raça e entrega do Palmeiras e a aplicação tática dos jogadores.

"A gente jogou contra um dos melhores times da América do Sul. Já está há um certo tempo sem vencer um campeonato, e tem neste campeonato a chance de vencer no primeiro semestre, assim como nós. A gente teve outras possibilidades e ganhamos, inclusive, neste ano. Há de ressaltar nossa entrega, sem dúvida nosso trabalho tático, é muito difícil jogar contra o São Paulo, que toca bem a bola", avaliou o atleta.

Se a bola não foi tão bem tratada, houve algumas disputas mais fortes e provocações das duas equipes, algo que agrada o capitão do Palmeiras. "Futebol sem isso não é futebol. É o diretor do São Paulo gritando, do Palmeiras gritando. Dentro de campo as duas equipes brigando pelos ideais. Isto faz o futebol bonito", opinou.

"Sou da época de ver o Edmundo jogar no Palmeiras e sabiam vender o espetáculo. Hoje tem muito "mimimi" e levam para o extracampo. Fica em campo, deixa o jogo mais bonito, futebol raiz, como costumo dizer. Vamos trabalhar bastante para trazer o bicampeonato para a nossa casa", completou Felipe Melo.

O campeão paulista será conhecido domingo, no Morumbi, a partir das 16h. Para conquistar o torneio novamente, o Palmeiras precisa de uma vitória por qualquer placar na casa do adversário. Novo empate leva a decisão para as penalidades.

Últimas