Esportes Felipão quer fazer reunião com novo diretor do Cruzeiro e pensa em cinco reforços

Felipão quer fazer reunião com novo diretor do Cruzeiro e pensa em cinco reforços

A vitória por 1 a 0 contra o Sampaio Corrêa, na sexta-feira, em São Luis, praticamente acabou com o risco de rebaixamento na Série B do Campeonato Brasileiro. Apesar do time ainda ter chances matemáticas de acesso, o técnico Felipão já pensa na próxima temporada, que começará no final de fevereiro. Ele quer conversar com André Mazzuco, novo diretor de futebol, para falar sobre o futuro.

"Eu tenho primeiro que me encontrar com o Mazzuco, sentar e definir algumas situações, principalmente (sobre o) que eu estou vivendo dentro do Cruzeiro, o que o Cruzeiro vive atualmente. Situações que ele, como diretor de futebol, vai ter que dar uma segurança muito maior a uma série de perguntas que a gente vai fazer a ele", afirmou Felipão.

Desde que o treinador chegou ao Cruzeiro, em meados de outubro do ano passado, foram contratados os atacantes William Pottker, ex-Internacional, e Rafael Sóbis, ex-Ceará. Em 2020, o clube mineiro acertou a chegada de 23 jogadores, mas Felipão planeja a contratação de mais alguns.

"(Vou) Colocar uma série de nomes pra contratações. Três, quatro, cinco nomes pra contratações pro ano que vem. (Temos que definir) Como vamos fazer pré-temporada, uma série de coisas. E ouvir dele o que ele tem a nos dizer. Depois a gente vai aos poucos se adaptando, conversando até o fim do campeonato, pra ver o que vai acontecer", completou.

O contrato de Felipão com o Cruzeiro vai até o final de 2022 e tem multa unilateral: caso o clube demita o treinador antes do fim do vínculo, paga multa que gira em torno de R$ 10 milhões. Caso queira sair, pode tomar a decisão sem ônus financeiro.

Últimas