Esportes Favoritos avançam às quartas no ATP 250 de Munique; cabeça 1 perde em Estoril

Favoritos avançam às quartas no ATP 250 de Munique; cabeça 1 perde em Estoril

A rodada de quinta-feira no ATP 250 de Munique, disputado em quadras de saibro na Alemanha, contou com as quatro últimas partidas das oitavas de final do torneio, nas quais os favoritos fizeram valer as suas respectivas condições e avançaram. O que teve menos trabalho foi o sérvio Filip Krajinovic, cabeça de chave 4, que sequer precisou entrar em quadra para encarar o convidado local Yannick Hanfmann.

Garantido nas quartas de final com a desistência do alemão, Krajinovic terá pela frente outro atleta da casa. Seu próximo oponente será o sétimo pré-classificado Jan-Lennard Struff, que precisou de três sets e dois tie-breaks para derrotar o compatriota Dominik Koepfer com o placar final de 7/6 (7/3), 6/7 (0/7) e 6/2.

O sérvio não leva a melhor apenas quando a questão é o ranking atual na ATP, ocupando a 36.ª colocação contra a 44.ª de Struff, mas também tem o retrospecto positivo a seu favor no confronto direto. Na única vez que se cruzaram até agora no circuito profissional, Krajinovic bateu o rival, na primeira rodada do ATP 500 de Hamburgo, também no saibro alemão, em 2014.

Algoz do brasileiro Thiago Monteiro e quinto mais bem cotado, o georgiano Nikoloz Basilashvili foi outro que garantiu vaga nas quartas de final ao derrotar o quali colombiano Daniel Galan com o placar final de 6/4 e 6/2. Seu próximo rival será o "lucky-loser" eslovaco Norbert Gombos, responsável pela eliminação do argentino Federico Coria com parciais de 6/4 e 6/1.

EM PORTUGAL - Principal favorito no ATP 250 do Estoril, outro torneio desta semana no saibro, o canadense Denis Shapovalov não conseguiu sequer passar da estreia e foi superado nesta quinta-feira pelo francês Corentin Moutet, que levou a melhor após 2 horas e 6 minutos e fechou o jogo com as parciais de 6/4, 2/6 e 6/4.

"Foi uma partida dura do começo ao fim e tive sorte de levar a melhor. Alguns poucos pontos acabaram decidindo o jogo", analisou o francês de 22 anos e atual número 73 do mundo, que aproveitou nove dos 13 break-points que teve a seu favor e salvou quatro dos oito que enfrentou.

Nas quartas de final, Moutet terá pela frente o veterano espanhol Albert Ramos Viñolas, que fez valer a condição de sétimo favorito e eliminou outro francês, Pierre-Hugues Herbert, contra quem marcou o placar final de 6/2 e 7/6 (7/3).

Segundo mais bem cotado ao título no saibro português, o chileno Cristian Garin sequer precisou entrar em quadra para se garantir nas quartas de final, contando com a desistência do francês Richard Gasquet. Ele terá pela frente o britânico Cameron Norrie.

Atual 50 do mundo, o britânico de 25 anos teve que buscar a virada para seguir vivo na competição, derrubando o quali espanhol Pedro Martinez com as parciais de 4/6, 7/6 (7/1) e 7/5. Norrie bateu Garin na única vez que se encararam, vendo o chileno desistir no segundo set no ATP 500 de Pequim, na China, em 2019.

Últimas