F-1 inova e confirma o uso de anel externo no GP de Sakhir, o segundo no Bahrein

Em uma temporada marcada pela utilização de circuitos diferentes em relação aos últimos anos, em razão da pandemia do novo coronavírus que alterou grande parte do calendário de 2020, a Fórmula 1 anunciou nesta sexta-feira mais uma novidade. O Bahrein vai usar dois traçados diferentes nos dois GPs que sediará nesta temporada. Confirmando as expectativas, a segunda corrida, atendendo por GP de Sakhir, acontecerá com o traçado do anel externo, mais veloz e também apelidado de "quase oval".

O circuito mantém o primeiro e o terceiro setor do traçado original, mas com mudanças profundas no segundo. Depois da curva 4, uma série de curvas em alta velocidade assume a posição de um trecho que seria originalmente mais travado. O anel externo é bem mais curto, com 3.543 metros de extensão. Dessa forma, a corrida terá 87 voltas para atingir a distância padrão de um GP de Fórmula 1.

"Estamos entusiasmados por anunciar o circuito externo como o formato para o GP de Sakhir e queremos agradecer aos nossos parceiros do Circuito Internacional do Bahrein por seu apoio contínuo", disse Ross Brawn, diretor esportivo da Fórmula 1. "Avaliamos uma série de opções para o layout alternativo do circuito e chegamos à conclusão que o circuito externo vai ser a melhor alternativa e vai proporcionar um novo desafio para todas as equipes e entreterá todos os nossos fãs com altas velocidades e tempos de volta rápidos", seguiu.

"Agradecemos à Fórmula 1 por todo o trabalho na análise das opções para a nossa segunda corrida", afirmou o xeque Salman bin Isa Al-Khalifa, diretor-executivo do autódromo. "Essa é uma grande prova de que vamos conseguir realizar o que provavelmente serão corridas muito contrastantes em finais de semana consecutivos. Nossa pista externa jamais foi usada para competições internacionais, de modo que vai ser um novo e empolgante desafio para todos os envolvidos", destacou.

A Fórmula 1 espera que os carros completem voltas com menos de 55 segundos no treino oficial de classificação e em cerca de 1 minuto na corrida, tornando essa uma das pistas mais curtas da história da categoria. A última vez que o pole teve tempo abaixo da marca de 1 minuto foi em 1974, na versão curta do traçado de Dijon-Prenois, na França. Na ocasião, o austríaco Niki Lauda foi o mais rápido com 58s79.

O GP de Sakhir acontece uma semana após o GP do Bahrein. A corrida está marcada para 6 de dezembro e é a penúltima da temporada de 2020. O Mundial será encerrado sete dias depois com o GP de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos.