Ex-diretor-geral do Cruzeiro é hostilizado durante votação

Princípio de tumulto começou quando Sérgio Nonato chegou na sede do clube celeste para a eleição do novo presidente e do Conselho Deliberativo 

Sérgio Nonato deixou o clube neste ano

Sérgio Nonato deixou o clube neste ano

Reprodução/ Record Tv Minas

O ex-diretor-geral do Cruzeiro, Sérgio Nonato, foi hostilizado pela torcida durante a eleição do clube, na manhã desta quinta-feira (21). Nonato é apontado pelos torcedores como um dos responsáveis pela crise do time. 

Os mais de 400 conselheiros iniciaram a votação para eleger os próximos presidentes do clube celeste e do Conselho Deliberativo para o mandato até o fim do ano.

O ex-diretor-geral é um dos 30 conselheiros que havia sido expulsos do clube por desrespeitar o estatuto.  Ele assumiu o cargo durante a gestão de Wagner Pires de Sá. Serginho como é conhecido, também foi  diretor de comunicação do time celeste.

A votação acontece até às 16 horas desta quinta-feira. Concorrem à presidência do clube Sérgio Santos Rodrigues, da chapa Centenário e Ronaldo Granata, da Cruzeiro Primeiro.

*Estagiária do R7 sob a supervisão de Pablo Nascimento.