ENTREVISTA-Prost acha “quase impossível” tirar título de Hamilton nos próximos 2 anos

F1-ENTREVISTA-PROST:ENTREVISTA-Prost acha “quase impossível” tirar título de Hamilton nos próximos 2 anos

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - Quatro vezes campeão mundial de Fórmula 1, Alain Prost prevê que Lewis Hamilton vai ampliar facilmente sua lista de conquistas para oito títulos, a julgar pelas duas primeiras corridas da temporada.

Hamilton já tem seis, um a menos que o recorde de Michael Schumacher, mas a Mercedes venceu as duas primeiras provas de uma temporada adiada pela Covid-19, e as regras não serão alteradas no próximo ano.

Prost disse que Hamilton, cuja vitória no Grande Prêmio da Estíria no domingo passado foi a 85ª de sua carreira, está ficando cada vez mais forte.

"Quanto mais estável ele está em uma equipe, mais estável ele está em sua vida, você pode ver que ele está melhor", disse o conselheiro da Renault F1, de 65 anos, à Reuters na quarta-feira, antes do Grande Prêmio da Hungria.

"Vencer Lewis em um campeonato mundial, especialmente com o carro e a equipe que ele tem agora, será muito difícil. Quase impossível em circunstâncias normais", acrescentou o francês, representando o DP World, patrocinador da escuderia.

Questionado sobre quantos títulos o piloto de 35 anos poderia assegurar, Prost - cujo quarto em 1993 era algo extraordinário na época – respondeu: "ele tem seis. Eu diria oito, fácil".

"Não vejo ninguém mais vencendo este ano. Talvez Valtteri (Bottas) (companheiro de equipe e líder do campeonato). Depende de quantas corridas você tem e se você perde uma ou duas por causa de um problema mecânico, você nunca sabe. Ele está no mesmo carro.”

"Mas ... não consigo ver outro carro vencendo (um campeonato) contra a Mercedes este ano e no próximo ano. Depois, não sei. Talvez a Renault."

RETORNO DE ALONSO

O campeão mundial pela Renault em 2005 e 2006, Fernando Alonso, está voltando no próximo ano, depois de duas temporadas fora, e Prost espera que o espanhol, que completa 39 anos no final deste mês, ainda esteja ferozmente competitivo e motivado.

"Fernando foi um dos três principais pilotos com quem conversamos - Sebastian (Vettel) e Valtteri também. Mas Valtteri está pilotando um carro Mercedes, é difícil para ele deixar o time Mercedes no momento", disse Prost.

"Não sabíamos exatamente qual era a motivação de Sebastian ... mas Fernando sempre demonstrou sua motivação para voltar à equipe. Mesmo no ano passado, em Abu Dhabi, tivemos uma longa discussão com ele."

Alonso substituirá o australiano Daniel Ricciardo, que se mudará para a McLaren no próximo ano. O quatro vezes campeão Vettel tem um futuro incerto, depois de a Ferrari anunciar sua saída para o final deste ano.