Esportes Empresário Ted Boehly negocia com exclusividade compra do Chelsea; Ratcliffe faz proposta tardia

Empresário Ted Boehly negocia com exclusividade compra do Chelsea; Ratcliffe faz proposta tardia

UCRANIA-CRISE-CHELSEA-BOEHLY:Empresário Ted Boehly negocia com exclusividade compra do Chelsea; Ratcliffe faz proposta tardia

Reuters - Esportes

Por Simon Evans e Peter Hall

MANCHESTER, Inglaterra (Reuters) - O consórcio liderado pelo empresário Todd Boehly, um dos donos do time de beisebol LA Dodgers, está em uma negociação exclusiva para comprar o time de futebol inglês Chelsea por 3 bilhões de dólares, afirmou uma fonte familiarizada com o assunto.

Mais cedo nesta sexta-feira, o bilionário britânico Jim Ratcliffe anunciou ter feito uma "proposta formal" de última hora para comprar o clube por 4,25 bilhões de libras (5,33 bilhões de dólares).

O Chelsea foi colocado à venda pelo proprietário Roman Abramovich após a invasão da Ucrânia pela Rússia, e antes de sanções serem impostas ao oligarca pelo governo britânico. 

Com a negociação em andamento com Boehly, o proponente preferido do banco nova-iorquino Raine, que está conduzindo a venda do clube, o status da proposta de Ratcliffe não ficou claro. 

Um porta-voz de Ratcliffe se recusou a comentar os detalhes da proposta ou a responder sobre a entrada de Boehly na fase de exclusividade.

O consórcio de Boehly inclui o bilionário suíço Hansjorg Wyss e o investidor imobiliário britânico Jonathan Goldstein.

Um grupo liderado pelo grupo do investidor norte-americano Steve Pagliuca disse que havia ouvido do banco Raine que eles não seriam o "proponente preferido", e que estavam fora da disputa. Representantes do Raine não foram encontrados imediatamente para comentar o assunto. 

(Reportagem adicional de Greg Roumeliotis em Nova York)

Últimas