Esportes Emocionado, argentino Sergio Agüero anuncia aposentadoria do futebol aos 33 anos

Emocionado, argentino Sergio Agüero anuncia aposentadoria do futebol aos 33 anos

A carreira profissional do atacante argentino Sergio "Kun" Agüero acabou nesta quarta-feira. Muito emocionado em uma entrevista coletiva marcada no dia anterior, em Barcelona, o jogador de 33 anos anunciou a sua aposentadoria precoce depois que teve uma arritmia cardíaca detectada após se sentir mal durante uma partida do Barcelona no final de outubro. Um mês e meio depois, ele resolveu parar.

Agüero chorou na entrevista coletiva, que contou com a presença de atletas do Barcelona. "Esta entrevista coletiva é para informar que decidi parar de jogar futebol profissional. São momentos muito difíceis, mas ainda estou muito feliz com a decisão que tomei. Em primeiro lugar está a minha saúde devido ao problema que tive há um mês", disse o argentino.

No dia 30 de outubro, durante o empate contra o Alavés, pelo Campeonato Espanhol, Agüero sentiu dores no peito e deixou o gramado. Ele foi encaminhado ao hospital e teve uma arritmia cardíaca diagnosticada - o jogador ficou afastado dos gramados desde então até anunciar a aposentadoria nesta quarta-feira. A arritmia é caracterizada pela irregularidade do ritmo cadenciado dos batimentos do coração, quando os batimentos cardíacos se tornam muito rápidos, muito lentos ou desordenados.

"Eu estava nas mãos dos médicos e eles me disseram que o melhor era parar de jogar. Tomei a decisão há 10 dias. Fiz todo o possível para ver se havia esperança, mas não havia muita. Tenho muito orgulho da minha carreira. Sempre sonhei que jogava futebol, meu sonho era jogar na primeira divisão. Nunca pensei em chegar à Europa. Graças ao Independiente, ao Atlético (de Madrid), que apostou em mim aos 18 anos, ao City, que sabem o que sinto por eles, deixei o melhor lá e eles me trataram muito bem, e agora ao Barcelona, ao presidente Joan (Laporta) que me contratou. Eu o conhecia sabia que estava vindo para um dos melhores clubes do mundo e eles me trataram muito bem. E para a seleção argentina, que é o que eu mais amo", prosseguiu Agüero.

Contratado para esta temporada após se tornar ídolo no Manchester City, o atacante argentino só fez cinco partidas com a camisa do Barcelona e marcou um gol - na derrota por 2 a 1 para o Real Madrid, no estádio Camp Nou, em Barcelona. Sua expectativa era jogar ao lado do amigo e compatriota Lionel Messi, mas o craque deixou o clube espanhol e foi para o Paris Saint-Germain.

Agüero começou a carreira no Independiente, da Argentina, e foi para o Atlético de Madrid em 2006. Depois de fazer sucesso na Espanha, acabou contratado pelo Manchester City em 2011. No clube inglês, foi herói do título nacional da temporada 2011-2012 e se tornou o maior artilheiro da história do City. Foram 10 temporadas vestindo as cores da equipe, com cinco títulos do Campeonato Inglês, uma Copa da Inglaterra, seis Copas da Liga Inglesa e três Supercopas da Inglaterra.

Após o término do contrato com o Manchester City ao final da temporada 2020-2021, Agüero assinou com o Barcelona até junho de 2023. Já com a seleção argentina, o agora ex-atacante conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim-2008, na China, e foi campeão da Copa América de 2021, no Brasil.

"Acho que fiz o meu melhor para ajudar a vencer. Estou saindo de cabeça erguida e muito feliz, não sei o que me espera, mas tenho pessoas que me amam e me desejam o melhor. Agradeço a todos os torcedores dos clubes onde joguei e guardo as coisas bonitas que vivi", completou o argentino.

Últimas