Eduardo Sasha diz que ambiente no Santos está mais leve: 'Entramos confiantes'

Após início de temporada irregular, o Santos mostrou evolução nas últimas partidas. Depois de boa atuação no empate por 0 a 0 com o Palmeiras, a equipe virou sobre o Defensa y Justicia, na Argentina, e estreou com vitória na Copa Libertadores (2 a 1). O bom resultado fora de casa serviu para acalmar os ânimos no clube após a desconfiança inicial com o trabalho de Jesualdo Ferreira.

Para Eduardo Sasha, o bom momento ajuda todos em campo a se sentirem mais confiantes. Além dos resultados, o atacante reforçou que a evolução é vista no nível de atuações da equipe. "Sem dúvidas, o ambiente fica mais leve. Os resultados retomam a confiança, e o coletivo do time vem aparecendo. Isso faz com que todos entrem mais tranquilos no jogo, com mais confiança para fazer jogadas, arriscar dribles, finalizações. Acaba ajudando no geral, desde comissão a jogadores", disse.

Embora a melhora santista só esteja sendo notada nas últimas partidas, Sasha afirmou que a fase atual é fruto do trabalho que vem sendo feito desde a chegada de Jesualdo. O atacante lembrou que o estilo de jogo do português é bem diferente do praticado pelo time no ano passado, com Jorge Sampaoli - adaptação que exige tempo para ser assimilada.

"O trabalho está sendo feito desde o início, aos poucos. Muitas vezes querem o resultado imediato, ainda mais pelo último ano que tivemos. Chegou um novo jeito de trabalhar, uma nova forma de ver o futebol. Isso acaba levando tempo. Não melhoramos agora. Estamos evoluindo aos poucos. E a cada treino que passa, ele (Jesualdo) acrescenta trabalhos importantes para evoluirmos", explicou.

O calendário apertado no começo de temporada no Brasil, com poucos dias de descanso entre Campeonato Paulista e Libertadores, costuma forçar os treinadores a pouparem alguns atletas em partidas consideradas menos importantes.

De acordo com Sasha, porém, quem está em boas condições precisa ir a campo para adquirir ritmo. "É preciso tomar cuidado com a sequência de jogos e segurar quem está com problema. Às vezes é bom perder só um jogo para ter continuidade depois. Tem que ter a avaliação de cada jogador. Se estiver se sentindo bem, é importante ir para o jogo. Ganha ritmo, confiança".

Líder do Grupo A do Campeonato Paulista, o Santos recebe o Mirassol, vice-líder do C, neste sábado, pela nona rodada. A partida marca o retorno da equipe à Vila Belmiro após quase um mês longe de casa. Na próxima terça-feira, também na Vila, o adversário é o Delfín-EQU, pela Libertadores.