Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Esporte - Notícias sobre Futebol, Vôlei, Fórmula 1 e mais
Publicidade

Produtora de Persona 5 tenta proibir emulador de Playstation 3

Roube corações, não roube jogos

Jogos|Do R7


Atlus conjurou uma verdadeira legião de advogados
Atlus conjurou uma verdadeira legião de advogados

A Atlus, distribuidora de séries como Shin Megami Tensei, Etrian Odyssey e Conception, entrou em uma baita polêmica depois de clamar os direitos autorais de material e informação do jogo Persona 5 de um site.

Por quê? Bem, é que esse site é o fórum oficial de desenvolvimento do emulador RPCS3, que já permite jogar vários jogos de PS3 no seu PC (contanto que seja uma máquina parruda, claro). A Atlus não quer nem que Persona 5 seja mencionado nem na lista de compatibilidade do software, apesar do game ser completamente jogável através dele.

Termos legais

Apesar de muitas vezes sermos informados do contrário, emulação não é ilegal. Nos EUA, entretanto, pirataria é. Além disso, alguns membros dos fóruns do RPCS3 acreditam que a Atlus esteja fazendo isso para defender os direitos autorais sobre o jogo devido a pressão dos investidores.

Publicidade

Na própria página do projeto do emulador, os desenvolvedores dizem que o melhor jeito de jogar nele é fazendo uma cópia de um disco que você mesmo comprou (no caso, a versão de PS3). Com isso, você está apenas executando um software pelo qual você pagou em uma máquina diferente. É como se você comprasse um CD da Taylor Swift, tirasse as músicas dele e colocasse no seu MP3 player. Além disso, é importante notar que você pode piratear o game mesmo sem um PC. Basta usar um PS3 com firmware modificado.

De qualquer maneira, a Atlus não pode proibir que o jogo seja mencionado, por exemplo. Ela também não pode exigir que o emulador deixe de rodar o jogo, afinal o RPCS3 é open source, o que quer dizer que o código-fonte dele é aberto. Se você baixar e quiser modificar o que quiser, incluindo alguma possível exceção que proíbe Persona 5, você pode.

Publicidade

A Atlus fez um pedido DMCA dizendo que os desenvolvedores do RPCS3 estão infringindo os direitos autorais de Persona 5, mas eles responderam que não fizeram nada com o jogo — o RPCS3 é apenas um programa que executa funções com base no que o Playstation 3 fazia. Esse tipo de engenharia reversa não é proibido nem nos EUA.

Resposta

Publicidade

A Atlus respondeu em um release oficial, dizendo que a ação foi tomada por dois motivos: primeiro, porque eles acreditam que Persona 5 é melhor jogado nas plataformas originais (Playstation 3 e Playstation 4), porque eles acham que jogar em um emulador pode levar a quedas na performance ou bugs. A segunda razão é que eles acham que o jogo é distribuído "gratuitamente" quando um emulador é capaz de rodá-lo.

De qualquer maneira, Persona 5 ainda está disponível para PS4 e PS3, e a Atlus não vai te proibir de jogar. Infelizmente, eles ainda proíbem screenshots. Mas se você ficou interessado, é só conferir nosso review do game, que é um dos melhores do ano.

Não é a primeira vez que a Atlus cai em cima de coisas assim, mas é uma postura irônica: a Atlus é contra streams de Persona 5, mas Persona 4 era um dos jogos mais populares desse formato, e isso apenas aumentou as vendas, tanto no PS2 quanto no Vita; a Atlus fez o único jogo com trava regional de PS3, Persona 4: Arena, mas Demon's Souls vendeu o que vendeu justamente porque todo mundo importou e comprou várias cópias; a Atlus aparentemente é contra emuladores, mas os rom hacks e traduções não oficiais de clássicos como os primeiros Megami Tensei fizeram com que a franquia tivesse tantos fãs. Até a Nintendo está um pouco mais soltinha com essas coisas.

Agora, quanto ao emulador, parece que ele continua avançando. Mais e mais jogos são adicionados à lista de compatibilidade. Para quem gosta da série Souls, tem até alguns vídeos de Demon's Souls sendo jogado em resoluções mais altas. Espera-se que no futuro ele possa ser jogado a 60 quadros por segundo, até, e daqui a algumas décadas, quando não houver muitos PS3s, pode ser que isso seja mais do que necessário para preservar grandes games como ele.

Obviamente, não vai ser tão fácil fazer com que o game seja perfeitamente jogável do jeito que quiser, afinal algumas animações são atreladas à taxa de quadros por segundo. Forçar 60 fps num emulador pode tornar os inimigos mais rápidos, ou criar bugs inesperados.

*Victor Fermino, do R7*

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.