Esportes Djokovic lamenta torcida do público por adversário em estreia no Aberto dos EUA

Djokovic lamenta torcida do público por adversário em estreia no Aberto dos EUA

TENIS-ABERTO-EUA-DJOKOVIC:Djokovic lamenta torcida do público por adversário em estreia no Aberto dos EUA

Reuters - Esportes

NOVA YORK (Reuters) - Novak Djokovic esperava ter o público ao seu lado ao começar a campanha pela conquista do Aberto dos Estados Unidos, o último Grand Slam do ano, mas disse que a atmosfera "não foi ideal" ao ver os torcedores vibrarem por seu adversário.

O sérvio, que almeja se tornar o primeiro homem desde Rod Laver em 1969 a vencer os quatro Grand Slams no mesmo ano, derrotou Holger Rune com parciais de 6-1, 6-7(5), 6-2 e 6-1 e avançou para a segunda rodada, mas o dinamarquês de 18 anos vindo do qualifying deu tudo de si contra o número um do mundo.

Os torcedores bradaram "Rune" o tempo todo e aplaudiram a coragem do jovem tenista, que continuou jogando mesmo incomodado com uma cãibra.

Depois de selar a vitória, Djokovic não fez sua comemoração pós-partida costumeira, oferecendo o coração aos quatro cantos da quadra, e mais tarde disse que achou que o público do Estádio Arthur Ashe o estava vaiando.

"Não sabia o que eles estavam cantarolando, sinceramente. Achei que estavam vaiando", disse Djokovic em uma coletiva de imprensa.

"Não sei, não foi a atmosfera ideal para mim... mas já estive nestas atmosferas em particular antes, então soube como lidar com ela. É o maior estádio do tênis. Com certeza, o estádio mais barulhento e divertido que temos no esporte... obviamente, você sempre quer ter a plateia do seu lado, mas nem sempre é possível. É tudo que posso dizer".

Tricampeão do Aberto dos EUA, Djokovic disputava sua primeira partida no complexo desde sua desclassificação do torneio do ano passado, quando atingiu uma juíza de linha acidentalmente com uma bola na quarta rodada.

(Por Sudipto Ganguly em Mumbai)

Últimas