Esportes Djokovic conquista Wimbledon pela sexta vez na carreira

Djokovic conquista Wimbledon pela sexta vez na carreira

Número 1 do mundo chega a 20 títulos de Grand Slam e se iguala ao suíço Roger Federer e ao espanhol Rafael Nadal

  • Esportes | Do R7, com Agência Estado

Djokvic conquista Wimbledon, terceiro GRand Slam em 2021

Djokvic conquista Wimbledon, terceiro GRand Slam em 2021

STEVE PASTON/EFE/EPA - 11.7.2021

O sérvio Novak Djokovic brilhou mais uma vez em Wimbledon, na Inglaterra, e conquistou neste domingo (11) seu sexto título na grama mais famosa do mundo do tênis. A partida não foi fácil para o número 1 do mundo, que precisou reagir para vencer o italiano Matteo Berrettini, nono do ranking da ATP, de virada. 

O jogo foi 3 sets a 1, com parciais de 6/7 (4), 6/4, 6/4 e 6/3. O tenista levou 3h23min para ganhar o terceiro título de Grand Slam, grupo de quatro eventos anuais mais importantes do tênis, só em 2021. Djokovic já havia conquistado o Australian Open e Roland Garros.

Djokovic festejou a conquista com sua marca tradicional em Wimbledon. Primeiro deitou na quadra com braços abertos e depois comeu um pouco da grama sagrada inglesa. Depois foi para afetuoso abraço em seu técnico e o staff. Fez até selfie com um garoto na arquibancada. Aos 34 anos, o sérvio escreve mais um capítulo na bela e vitoriosa história.

O número 1 do mundo estava tão eufórico que, após o título, ergueu mãos aos céus e saiu jogando camisas e acessórios para a torcida. Num 2021 perfeito, conquista seu terceiro Gran Slam seguido após erguer os troféus do Australian Open e de Roland Barros.

Com a vitória, o tenista sérvio chegou ao 20º troféu de Grand Slam na carreira e igualou o recorde do suíço Roger Feder e do espanhol Rafael Nadal.

A decisão no All England Club entrou para a história também por registrar a primeira árbitra a dirigir uma final masculina em 130 anos de Wimbledon: a croata Marija Cicak.

Estrela em Tóquio

Djokovic é uma das estrelas do esporte que estarão em quadra nos Jogos Olímpicos de Tóquio, que começa no próximo dia 24. A presença do número um do mundo foi confirmada no mês passado pela Federação Sérvia de Tênis. 

O sérvio vai em busca de seu primeiro ouro olímpico. Nos Jogos Olímpicos de Pequim (2008), ficou com o bronze. Em Londres (2012), perdeu a disputa de terceiro lugar para o argentino Juan Martin Del Potro e foi eliminado na estreia no Rio de Janeiro (2016) também pelo portenho.

Últimas