Esportes Diego Loureiro atribui cansaço do Botafogo por pressão no final do segundo tempo

Diego Loureiro atribui cansaço do Botafogo por pressão no final do segundo tempo

O Botafogo escapou de empatar com o Vila Nova neste domingo, quando venceu por 3 a 2, no estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro, pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Após a partida, o goleiro Diego Loureiro atribuiu o cansaço do time à pressão exercida pelo time goiano no final do segundo tempo.

"Eles cresceram na partida. Jogar às 11 horas nesse calor é complicado, a equipe foi cansando. Jogamos quatro jogos em oito ou nove dias. Pouco tempo de recuperação e pouco tempo para treinar. Mas a equipe se entregou até o final", disse o jovem goleiro botafoguense.

Em campo, o Botafogo abriu 3 a 0 no placar, mas viu o Vila Nova fazer dois gols e acertar duas vezes a trave nos acréscimos do segundo tempo. Uma pressão desnecessária diante do cenário que o próprio time carioca criou ao longo dos 90 minutos.

Diego Loureiro comemorou o fato de agora o time ter mais dias para descansar, já que voltará a campo apenas na sexta-feira contra o Coritiba, na capital paranaense. "Vamos ter uma semana para trabalhar e corrigir o que precisa. É continuar trabalhando para alcançar os nossos objetivos. A gente tem bastante ainda para crescer na competição", finalizou o goleiro.

Com a vitória deste domingo, o Botafogo assumiu a quinta posição da Série B, com 32 pontos.

Últimas