Esportes Decisivo para vitória, Heitor vira exemplo e preocupação no Inter

Decisivo para vitória, Heitor vira exemplo e preocupação no Inter

O lateral-direito Heitor precisou de apenas 45 minutos para virar exemplo e preocupação no Internacional. Com apenas 19 anos, o jovem formado nas divisões de base do clube foi destaque no triunfo por 2 a 1 sobre o Athletico Paranaense, domingo, no Beira-Rio, ao dar assistências para os gols do time na partida. Porém, deixou o duelo no intervalo, lesionado, o que pode impedi-lo de ter uma sequência com o técnico Eduardo Coudet.

Coudet destacou ter detectado que Heitor esteve acima do peso, o que o levou a treinar com os juniores do Inter. Pelo seu esforço, porém, conquistou o treinador, que tinha Saravia como titular da lateral direita. O argentino, porém, sofreu lesão que deve deixá-lo afastado dos gramados pelo restante do ano. Já Rodinei, inicialmente o seu reserva imediato, contraiu o coronavírus.

Heitor, então, foi titular nos últimos quatro compromissos do Inter no Brasileirão, além do duelo com o America de Cali na Colômbia pela Libertadores. Antes das assistências diante do Athletico, já havia dado outra, contra o Red Bull Bragantino. "Ele se esforçou. Chegou com quilos a mais e foi treinar no sub-20. É um jovem que terá um grande futuro. Minha ideia é que não aprenda na Europa", elogiou Coudet.

O problema é que Heitor precisou ser substituído no intervalo da partida de domingo por causa de um desconforto muscular na coxa, para a entrada de Rodinei. E uma avaliação do departamento médico determinará se ele poderá ser aproveitado na partida diante do Sport, quarta-feira, na Ilha do Retiro, pela 16ª rodada do Brasileirão. Com 28 pontos, o time ocupa o segundo lugar na competição.

Últimas