Esportes Cuca critica pênalti contra o Santos e diz que lance foi 'inconclusivo'

Cuca critica pênalti contra o Santos e diz que lance foi 'inconclusivo'

O técnico Cuca criticou bastante neste sábado a atuação da arbitragem em um lance decisivo no clássico entre Santos e Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro. O empate por 2 a 2 na Vila Belmiro deixou o treinador descontente principalmente pela marcação de um pênalti no segundo tempo. O toque de mão de Lucas Veríssimo foi identificado pelo árbitro de vídeo e permitiu ao time adversário marcar um gol.

Na entrevista coletiva depois do jogo, Cuca contou ter analisado com cuidado o lance e perguntado ao defensor qual tinha sido a sua impressão sobre a jogada. "Tomo muito cuidado em analisar os lances, para não cometer equívoco nenhum. Busquei a mudança de direção da bola, mas não consegui encontrar. Aí perguntei para o Veríssimo se a bola tinha batido na mão dele. Ele disse que não sentiu. Eu olhei trezentas vezes, é inconclusivo. Isso não é choro", comentou.

Cuca lembrou que o mesmo árbitro de vídeo responsável pela jogada (José Cláudio da Rocha Filho) assinalou um pênalti contra o Santos na partida diante do mesmo Palmeiras, pelo primeiro turno do Brasileirão. "Nada que venha a falar da honestidade dele, mas é uma coincidência bastante dura para nós. Mudou o jogo", disse. O Palmeiras converteu a cobrança com Raphael Veiga e virar o jogo logo depois, com Willian. Logo depois, Marinho igualou e assegurou o 2 a 2.

O treinador avaliou que o time santista merecia ter vencido o clássico e declarou que o empate foi injusto. "Fomos melhores na maioria da partida. Por isso fica um gosto amargo, apesar de termos buscado o empate. Só que fica a satisfação de ver um time buscando até o final. Infelizmente não conseguimos vencer", comentou. "Acabamos empatando um clássico, que não é demérito nenhum, mas poderíamos ter ganho", completou.

Com o empate, o Santos continua sem vencer clássicos neste ano. Essa sequência deixa Cuca incomodado. "Quando você não vence clássicos não é bom. Tem mais um clássico ainda (na Vila), no ano que vem (diante do Corinthians), mas relativo a esse campeonato. Vamos tentar com todas as forças vencer o último", comentou.

Últimas