Esportes Crespo cobra desatenção no gol do Juventude e prevê muito trabalho durante parada

Crespo cobra desatenção no gol do Juventude e prevê muito trabalho durante parada

O São Paulo só volta a jogar dia 12 de setembro, diante do Fluminense, na última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Até lé, o técnico Hernán Crespo prevê que muito trabalho deverá ser feito para corrigir os erros cometidos pelo time, principalmente em jogadas de bolas paradas.

"Temos muito para trabalhar, temos muito espaço para melhorar, não somente bola parada. Ter mais a bola nos momentos mais quentes, muitas situações. Sabemos o elenco que temos e as características. Tentamos fazer o melhor possível", disse o treinador argentino.

Sem citar nomes, Crespo cobrou um maior aproveitamento da equipe no setor ofensivo após o empate diante do Juventude, em Caxias do Sul, com um gol sofrido aos 46 minutos da etapa final, após cobrança de falta.

"Sabemos que podemos jogar melhor. Hoje dependia do São Paulo o jogo. Acredito que poderíamos jogar de uma maneira melhor e que permita uma diferença maior no placar. Isso não ocorreu e pagamos por uma desatenção. Acredito que, com esse tempo, podemos melhorar. Foram somente dois jogos, hoje e Sport, acredito que antes fizemos bons jogos. Mas acho que podemos jogar um futebol melhor", afirmou Crespo, que fez um balanço das últimas apresentações do time.

"Os problemas vão acontecer sempre. O futebol é dinâmico. Depois do jogo contra o Flamengo, com a bola parada, até hoje não havíamos sofrido nenhum gol de bola parada. Nos últimos dois jogos poderíamos fechar o placar contra Fortaleza e hoje, mas ultimamente, contra Bahia, Grêmio e uma pena o VAR contra o Palmeiras no Brasileirão, poderíamos ganhar no ultimo minuto. É o momento que as coisas podem ir para um modo a favor, outras contra", disse o técnico, que não quis confirmar a contratação do meio-campista Gabriel Neves e do atacante Jonathan Calleri.

Últimas