Esportes Corinthians treina com quarteto de reforços e sem Jô para clássico com Palmeiras

Corinthians treina com quarteto de reforços e sem Jô para clássico com Palmeiras

A tão aguardada estreia do quarteto de reforços do Corinthians juntos vai ocorrer neste sábado. A não ser que seja um blefe do técnico Sylvinho, Giuliano, Renato Augusto, Willian e Roger Guedes estarão desde o início na Neo Química Arena para o clássico com o Palmeiras. O treinador utilizou os quatro contratados no trabalho final para o dérbi. Jô acabou perdendo a posição para o jovem Gabriel Pereira e Cantillo foi o escolhido para a vaga de Gabriel, suspenso.

Xavier seria o substituto imediato do volante, mas Sylvinho acena em apostar numa equipe mais leve e rápida para acabar com o jejum de três partidas sem vitórias no Brasileirão. Apesar de não perder há sete partidas, o time empatou as últimas três, todas por 1 a 1, diante de Juventude, Atlético-GO e América-MG.

O Corinthians precisa ganhar para seguir bem na disputa por vaga na Copa Libertadores e Sylvinho deve ousar. As recentes críticas por causa dos tropeços parecem ter convencido o treinador que o esquema com um homem fixo na área não estava funcionando.

"Me sinto confortável no sistema, é uma posição que eu já exercia em boa parte da minha carreira. Alternei jogando um pouco mais adiantado, mas agora estou no processo de readaptação", afirmou Giuliano, que deve ser o segundo volante no clássico. Antes, atuava como terceiro homem do meio.

Giuliano garante que desde sua chegada teve obrigação de ajudar na marcação e revela não ser exclusividade sua. "A obrigação de marcar é de todos, se você não tem um atacante que pressione um zagueiro, um extremo que aperte o lateral, se não pressionar na frente, isso vai prejudicar todo mundo atrás", enfatizou. "São jogadores com características diferentes, mas todos devem ter essa obrigação. É marcar sem a bola, sofrer quando tiver de sofrer, mas com a bola impor o nosso jogo."

O meia pediu paciência após os empates, disse que os reforços ainda precisam se entrosar, ganhar ritmo, e que não é sempre que a equipe "ganhará por 3 a 0". "Ainda não fizemos uma partida inteira juntos. Mas temos de acreditar que estamos fazendo o nosso melhor. Se as pessoas enxergam como três empates seguidos, eu vejo como sete jogos sem perder depois de figurar numa posição ruim" seguiu, garantindo não existir motivos para pressão.

Pela paz, porém, Sylvinho tende a mudar a escalação. O provável Corinthians para este sábado deve ter Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos; Cantillo; Willian, Renato Augusto, Giuliano e Gabriel Pereira; Roger Guedes.

Últimas