Copa 2018 Diego Costa marca de novo e entra na briga pela artilharia da Copa

Diego Costa marca de novo e entra na briga pela artilharia da Copa

Brasileiro naturalizado espanhol, Diego Costa já balançou as redes três vezes na Rússia e tem apenas um gol a menos que Cristiano Ronaldo

  • Copa 2018 | Alexandre Garcia, do R7

Diego Costa marcou o gol que deu a vitória a Espanha

Diego Costa marcou o gol que deu a vitória a Espanha

Sergio Perez/Reuters - 20.06.2018

O brasileiro naturalizado espanhol Diego Costa é o nome de destaque da Fúria nas duas primeiras rodadas do Mundial da Rússia.

Com três dos quatro gols marcados pela equipe nos duelos contra Portugal e Irã, o atacante se igualou ao russo Denis Cheryshev na vice-artilharia do torneio, atrás apenas de Cristiano Ronaldo, que já balançou as redes quatro vezes.

Nesta quarta-feira (20), o atacante do Atlético Madrid marcou seu 10º gol vestindo a camisa da Espanha e ajudou a seleção europeia a bater o Irã por 1 x 0 e chegar na liderança do Grupo B.

Nascido na cidade de Lagarto, no interior do Sergipe, Costa decidiu se naturalizar espanhol em 2013 ao observar dificuldade em conseguir um espaço vestindo a amarelinha. Antes, ele defendeu por duas vezes as cores do Brasil e não marcou nenhum gol.

O artilheiro da Espanha no Mundial nunca jogou profissionalmente no Brasil e seu primeiro clube foi o Penafiel, de Portugal, onde permaneceu por um ano antes de seguir para o Atlético de Madrid.

No clube espanhol, ganhou destaque ao vencer duas Supercopas da UEFA (2010 e 2012), o Campeonato Espanhol (2013-2014) e a Copa do Rei (2012-2013). As boas atuações chamaram a atenção da seleção espanhola e do Chelsea, clube que defendeu entre 2014 e 2017.

O gol de Diego Costa manteve a Espanha viva na disputa por uma vaga nas oitavas de final da Copa da Rússia com 4 pontos e na liderança do Grupo B. Agora, ele e seus companheiros voltam a campo na próxima segunda-feira (25), contra a seleção de Marrocos.

De Diego Costa a Higuain: conheça os naturalizados da Copa do Mundo:

Últimas