Contra o Botafogo, Corinthians faz 1º jogo com a arena "batizada"

O Corinthians faz neste sábado, às 19h, o primeiro jogo em sua arena depois do acerto com a Neo Química. Apesar do acordo de R$ 300 milhões pelos naming rights que ajudará a pagar o financiamento do estádio, os jogadores entrarão em campo para enfrentar o Botafogo com salários atrasados - a partida é válida pela oitava rodada do Brasileirão.

A diretoria havia prometido quitar dois dos três meses de atraso até sexta-feira. Mas na entrevista coletiva que aconteceu no início da tarde ninguém confirmou o acerto. O volante Ramiro tentou evitar a polêmica, mas também não confirmou o recebimento.

"O clube está colocando em dia algumas coisas, a gente sabe que tem bastante coisa em atraso, vão colocar algumas situações nesta semana, a gente vem tratando diretamente com eles para ficar tudo zerado o mais rapidamente. O que nos deixa contentes é que o clube não precisou demitir nenhum funcionário, manteve o mesmo número de empregos."

O pagamento deve acontecer assim que o Corinthians receber do Monza, da Itália, cerca de R$ 25,7 milhões por 40% dos direitos do lateral-esquerdo Carlos Augusto. Mesmo assim ainda ficará faltando quitar agosto.

Na próxima semana, o presidente Andrés Sanchez deve anunciar mais uma boa notícia para os torcedores e para o setor financeiro do clube. A Hypera Pharma, dona da Neo Química, ampliará a parceria com o Corinthians e pagará cerca de R$ 50 milhões para ter a marca no uniforme. A expectativa é que esse dinheiro não só ajude a quitar as dívidas, mas também traga reforços.

O elenco atual tem sofrido para derrotar seus adversários. Na última quarta-feira, o gol da vitória sobre o Goiás por 2 a 1 saiu nos acréscimos em um lance de bola parada. Danilo Avelar aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou no susto.

Tiago Nunes disse após a partida que tem sido cobrado pela diretoria por melhor desempenho. "É natural, normal, ainda mais vindo do Duílio Monteiro Alves (diretor de futebol) e do Andrés (Sanchez, presidente), caras que têm total fluxo dentro do nosso trabalho, do dia a dia, estão inteirados do que estamos fazendo. E é uma satisfação ao torcedor, que também pede que a gente jogue bem sempre. Não vai acontecer todo jogo, mas estamos nos esforçando ao máximo para achar uma regularidade não só de resultados mas também de atuação."

Para o duelo com o Botafogo a expectativa é que Otero comece o primeiro jogo como titular. Apesar de ainda faltar entrosamento com o restante do elenco, ele pode definir a partida em uma bola parada.