Esportes Com Zanetti só no individual, ginástica do Brasil define convocados para Tóquio

Com Zanetti só no individual, ginástica do Brasil define convocados para Tóquio

Contando com Arthur Zanetti somente na disputa do individual, a seleção brasileira de ginástica divulgou nesta quarta-feira os convocados do masculino e feminino para os Jogos Olímpicos de Tóquio. O dono de duas medalhas olímpicas será reserva na disputa por equipes para se concentrar na disputa do individual nas argolas, sua especialidade.

Na competição por equipes, o Brasil terá Arthur Nory, Caio Souza, Diogo Soares e Francisco Barretto Junior. "Conseguimos alcançar o objetivo de levar uma equipe e um atleta adicional para mantermos uma equipe competitiva e seguir com o trabalho de especialista", comentou o coordenador da seleção, Marcos Goto.

Sem entrar em detalhes sobre a convocação, ele admitiu dificuldade para escolher os atletas para Tóquio. "Nenhum processo seletivo é fácil. Apesar de termos os critérios definidos desde o início, chegar à composição é sempre um grande desafio. A comissão técnica avaliou os resultados em competições, potencial de resultado, contribuição para a equipe, constância e assertividade, análise de performance, evolução técnica, disciplina e condição física."

No feminino, o Brasil competirá apenas no individual, com duas atletas: Flavia Saraiva e Rebeca Andrade. Elas conseguiram as vagas nominalmente no Mundial de Stuttgart, em 2019, e no Campeonato Pan-Americano do Rio de Janeiro.

"A Flavia conquistou a vaga no Mundial de Stuttgart. Ela teve totais méritos: mentais, físicos, técnicos. Acho que foi a melhor competição dela no individual geral", comentou Francisco Porath Neto, um dos treinadores da seleção feminina. "No Pan, Rebeca mostrou que está muito forte e confiante para executar os exercícios com potência e precisão. Conseguiu um somatório muito bom no individual geral, e agora é acertar detalhes."

Últimas