Esportes Com um jogador a mais, Avaí vence CRB e deixa zona de rebaixamento da Série B

Com um jogador a mais, Avaí vence CRB e deixa zona de rebaixamento da Série B

Na sua luta para fugir da zona de rebaixamento, o Avaí conseguiu uma importante vitória, nesta sexta-feira, na Ressacada, ao vencer o CRB por 1 a 0, na abertura da sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Agora com sete pontos, o time catarinense aparece em 13º lugar, porém, com um jogo a menos, recuperando-se da derrota por 3 a 0 para o Goiás. O CRB continua com 10 pontos, em sexto lugar.

O primeiro tempo foi todo dominado pelo Avaí, que impôs seu jogo e empurrou o CRB para seu campo defensivo. Foram 12 finalizações do time da casa e nenhuma dos visitantes. Outro indicativo de superioridade é pela posse de bola: 72% a 28% para os catarinenses.

O massacre começou logo no primeiro minuto com chute de Lourenço e bola espalmada por Diogo Silva, goleiro do CRB. Aos nove minutos, o experiente Edilson cobrou falta com efeito e acertou de raspão o travessão.

Não bastasse a melhor performance, o Avaí ainda contou com um erro do árbitro paraense Djonaltan Costa de Araújo. Aos 20 minutos, ele expulsou Renan Bressan por acertar o braço na cabeça de Lourenço. Um lance para aplicação de cartão amarelo. Com um a menos ficou difícil para o time alagoano tentar algo mais no jogo.

O Avaí manteve a pressão e chutes de longa distância. Teve boas chances aos 33 com Lourenço e aos 39 minutos com Diego Renan, ambas espalmadas por Diogo Silva, o mais exigido em campo. O gol saiu aos 45 minutos. Após cruzamento da direita, Jonathan divide com a defesa, ajeita a bola no peito e chuta de virada no canto direito do goleiro.

Não houve reclamações da defesa, mas as imagens mostraram que no início do lance, o atacante do Avaí estava impedido. No intervalo o técnico do CRB, Alan Aal, reclamou da expulsão e da irregularidade no gol, e acabou recebendo o cartão amarelo.

No segundo tempo, nada mudou. A esperada reação do CRB não aconteceu, com tímida movimentação ofensiva e apenas duas finalizações, mas para fora. Jogou por uma bola. De outro lado, o Avaí manteve o controle do jogo e criou algumas chances para ampliar o placar. Como aos 12 minutos, quando Jonathan, na pequena área, acertou o travessão. Correu o risco de levar o gol e se amargurar com um empate em casa em circunstâncias anormais, tendo a vantagem de um homem. Aos 42, o CRB quase empatou quando Erik e a bola correu pela frente da linha de gol. Depois ainda levou sufoco até os 50 minutos.

Pela oitava rodada, o Avaí vai enfrentar o Londrina, no Paraná, na próxima quarta-feira às 19 horas. Na terça-feira, às 21h30, o CRB vai receber o Náutico no estádio Rei Pelé.

FICHA TÉCNICA:

AVAÍ 1 x 0 CRB

AVAÍ - Glédson; Edilson (Iury), Alan Costa, Fábio Alemão e Diego Renan (João Lucas); Jean Martim (Jean Cléber), Wesley Soares e Lourenço; Renato (Getúlio), Jonathan e Vinícius Leite (Copete). Técnico: Claudinei Oliveira.

CRB - Diogo Silva; Celsinho (Ewandro), Frazan (Ewerton Páscoa), Caetano e Guilherme Romão; Marthã (Claudinei), Carlos Jatobá, Reginaldo, Renan Bressan e Alisson Farias (Erik) e Hyuri (Nicolas Careca). Técnico: Allan Aal.

GOL - Jonathan, aos 45 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Edilson, Diego Renan e Claudinei Oliveira (Avaí); Frazan, Marthã, Alisson Farias, Erik e Allan Aal (CRB).

CARTÃO VERMELHO - Renana Bressan (CRB).

ÁRBITRO - Djonaltan Costa de Araujo (PA).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).

Últimas